Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Jesus nega Benfica "relaxado" frente ao AZ Alkmaar

Logótipo de LusaLusa 09/04/2014 Lusa

"Nesta fase da prova, não há avisos. O facto de termos um resultado melhor no primeiro jogo não dá margem para acharmos que somos melhores. Nesta fase da prova existe muito equilíbrio entre todas as equipas. O AZ de certeza que pensa que pode discutir aqui a eliminatória, como nós pensamos que nada está decidido e que não podemos relaxar", afirmou Jorge Jesus na antevisão ao jogo de quinta-feira, no Estádio da Luz.

O treinador do "encarnados” voltou a realçar que o principal objetivo do Benfica continua a ser o campeonato e que, mesmo estando muito perto de alcançar esse feito, vai continuar a fazer alterações na equipa titular.

JOÃO RELVAS/LUSA © 2014 JOÃO RELVAS/LUSA

"Nada mudou. O objetivo principal é vencer o campeonato e isso ainda não aconteceu. Mas claro que o Benfica quer sempre chegar o mais longe possível em todas as competições", frisou

Perante o AZ Alkmaar, o técnico do clube da Luz já deverá poder contar com o argentino Salvio, que marcou o golo do triunfo na Holanda mas falhou o último da I Liga devido a um problema de saúde, mas os médios Fejsa e Ruben Amorim continuam em dúvida.

Questionado sobre a possível titularidade de Oscar Cardozo frente aos holandeses, Jesus manteve o "mistério", mas assumiu que os dois golos alcançados pelo avançado paraguaio frente ao Rio Ave (4-0), depois de uma "seca" de quase cinco meses, deram "mais tranquilidade" ao jogador.

"O Cardozo vai ser convocado, posso dizer isso, agora se vai jogar ou não, não posso dizer. Falta de confiança ele nunca teve. É um tipo de jogador que não tem esse problema. Mas admito que os golos deram-lhe mais tranquilidade e, claro, quantos mais minutos fizer melhor para ele", referiu o treinador.

Na mesma conferência de imprensa, o polivalente André Almeida também garantiu que a equipa "encarnada", mesmo com o triunfo alcançado na primeira mão, vai "manter os mesmos princípios e vai trabalhar para ganhar" perante o AZ Alkmaar.

"É um resultado mínimo. Foi a primeira parte da eliminatória e temos mais 90 minutos para disputar. Temos que trabalhar o mais forte possível para vencer a eliminatória", disse o internacional português.

LG/MYO // NF

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon