Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Jesus quer “tirar pontos” ao FC Barcelona, apesar de não ser fácil parar o “extraterrestre” Messi

Logótipo de LusaLusa 26/09/2017 Marco Oliva
JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA © LUSA / JOSÉ SENA GOULÃO JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Lisboa, 26 set (Lusa) - O treinador do Sporting vincou hoje a ambição de "tirar pontos" ao FC Barcelona, na segunda jornada da Liga dos Campeões de futebol, apesar de admitir que "não é fácil" parar o "extraterrestre" Lionel Messi.

"Vamos jogar contra uma das melhores equipas do mundo, uma equipa que faz um ataque posicional que poucas outras no mundo conseguem fazer e com qualidade tática. Vamos ter um jogo difícil, perante um adversário forte coletivamente, mas também individualmente, com um jogador como o Messi. Na ‘Champions' sabemos que jogamos contra os melhores", afirmou Jorge Jesus, em conferência de imprensa.

O técnico, que falava na antevisão do encontro do grupo D, marcado para quarta-feira, em Alvalade, foi perentório na avaliação ao avançado argentino, considerando que, apesar de haver duas formas de travar a ‘estrela' do FC Barcelona, nenhuma delas é infalível.

"Só há duas maneiras de parar o Messi e não é fácil, porque o Messi é um extraterrestre. No futebol mundial há dois extraterrestres: Ronaldo e Messi. Para tentar parar o Messi ou se para com marcação individual ou coletivamente. O Messi sente-se melhor se o tentarem parar coletivamente, porque tem mais espaço. Mas, para o parar individualmente, depois não se consegue parar o pivô. O Barça é a melhor equipa do mundo em jogo posicional. Não é fácil de parar", salientou.

Jesus referiu ainda que Messi "não joga em zonas de referência", procurando jogar "entre setores", o que dificulta mais as tentativas de marcar o internacional argentino.

Apesar de admitir que o FC Barcelona "é um clube com muita história na ‘Champions’" e que o Sporting "anda à procura do prestígio na Europa", Jorge Jesus assegurou que os ‘leões' querem tirar pontos aos ‘blaugrana'.

"Amanhã [quarta-feira] temos de tentar demonstrar que temos capacidade para discutir o jogo contra os melhores. O nosso grupo é muito forte, com Juventus e Barça. Vamos respeitar os jogadores do Barça, como fazemos com todas as equipas, mas sabemos que temos qualidade e queremos tirar pontos ao ‘barça’", afirmou.

Jesus recusou que o empate contra o Moreirense, para o campeonato, e o clássico com o FC Porto, no domingo, tenham qualquer impacto na partida europeia, até porque esta será uma ‘montra' para alguns jogadores ‘leoninos'.

"Trabalhámos a pensar no FC Barcelona e não no jogo para o campeonato. Todo o mundo vai ver este jogo entre Sporting e FC Barcelona. É importante para o Sporting e para todos os jogadores se mostrarem. Vamos tentar ter qualidade no jogo, porque confiança temos", disse.

Por outro lado, o treinador não adiantou se vai lançar Bas Dost ou Doumbia de início, depois de ter apostado no costa-marfinense na primeira jornada da fase grupos, no triunfo frente ao Olympiacos (3-2), em Atenas.

"Ou um ou outro será lançado. A fase de construção do Barça é muito forte, através do Busquets. Vou lançar um jogador que, taticamente, seja importante no momento em que o Sporting estiver a defender na zona de construção do ‘barça’", concluiu.

Já o francês Jérémy Mathieu admitiu ser "especial" defrontar o emblema catalão, de se transferiu para Alvalade, no início da temporada.

"É um jogo especial para mim. Joguei três anos no FC Barcelona. Esperamos ganhar este jogo. Eles são favoritos, mas nós jogamos em casa e vamos fazer o máximo possível para ganhar este jogo", antecipou.

O defesa gaulês, de 33 anos, foi confrontado com várias perguntas dos jornalistas espanhóis sobre a saída da Catalunha, mas vincou não ter qualquer problema nem com os antigos companheiros de equipa nem com o clube.

"Não tenho nenhum problema com eles. Estou muito feliz aqui, estou a jogar. Há mais pressão no FC Barcelona. Aqui estou como estava no Valência, sinto mais tranquilidade na cabeça e no meu futebol e isso é o mais importante. Estou com muita confiança", asseverou.

Sporting e FC Barcelona jogam na quarta-feira, a partir das 19:45, no Estádio de Alvalade, em Lisboa, num encontro que será dirigido pelo romeno Ovidiu Hategan.

MYO/AYCO // NFO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon