Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

João Pina troca competição pela equipa técnica da seleção

Sportinveste 04/06/2014 Fonte: Sportinveste Multimédia

"Vou encerrar a minha carreira de atleta no Campeonato Nacional de Equipas", anunciou o judoca do Sporting, de 32 anos, considerando que chegou a altura de abraçar novos desafios depois de um percurso na alta competição desde os 16 anos.

João Pina e Marco Morais foram hoje apresentados pela FPJ, no Jamor, como os dois novos treinadores da seleção nacional, que se juntam a João Neto e Michel Almeida na equipa técnica que vai preparar a qualificação para os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, em 2016.

"Esta última fase não foi tão boa como eu esperava, devido a uma lesão que me fez competir abaixo dos níveis a que estava habituado", admitiu João Pina. Apesar da boa forma psicológica, a componente física impediu os resultados que ambicionava, reconheceu.

Apesar do fim competitivo no Campeonato Nacional de Equipas Seniores, a 14 de junho no Feijó (Almada), João Pina mostrou-se confiante de que a experiência como atleta e professor de judo lhe dá "uma boa bagagem para fazer um bom trabalho como treinador".

"Vou tentar que estes jovens consigam ser melhores do que eu", prometeu o bicampeão europeu (em 2010 e 2011) e cinco vezes campeão nacional.

Marco Morais, treinador do SFUA-Sociedade Filarmónica União Agrícola, da região de Setúbal, também foi campeão nacional e participou em campeonatos europeus e mundiais da modalidade. O atleta vai apoiar João Pina na formação de cadetes.

Os dois novos treinadores completam a equipa técnica da FPJ, que para além dos portugueses João Neto e Michel Almeida conta ainda com o apoio do mestre japonês Go Tsunoda, de 44 anos.

O presidente da FPJ, Manuel Costa e Oliveira, valorizou a experiência dos elementos da equipa técnica, mas não quis fazer promessas quanto ao número de atletas que vão conseguir qualificar-se para os próximos jogos olímpicos.

A federação, garantiu o dirigente, vai "criar condições aos treinadores e criar condições aos atletas" para que consigam ir o mais longe possível em termos competitivos na fase para o apuramento olímpico.

Para Costa e Oliveira, as quatro medalhas (uma de prata e três de bronze) conquistadas no Open Europeu de Madrid, a 31 de maio e 01 de junho, são um bom indicador do trabalho desenvolvido pelos judocas portugueses.

Guilherme Bentes, vice-presidente da FPJ, revelou que João Neto vai assumir a responsabilidade pela formação das atletas da seleção nacional de seniores femininos, entre as quais Telma Monteiro, Joana Ramos e Yahima Ramirez. A seleção nacional de seniores masculinos fica a cargo de Michel Almeida.

Em termos financeiros, a FPJ conta aumentar o número de patrocinadores, mas para já vai equilibrando o orçamento destinado à equipa técnica, composta por seis elementos, com as verbas do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), que rondam os 150 mil euros anuais.

Fonte: O Jogo

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon