Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

João Sousa "contente" com exibição perante Fognini, apesar da derrota

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/03/2017 Alcides Freire

O tenista português abordou a derrota diante de Fabio Fognini, no Masters 1000 de Miami

O tenista português João Sousa, 30.º cabeça de série, afirmou estar "contente" com a exibição realizada na sexta-feira perante o italiano Fabio Fognini, apesar da derrota e do adeus em singulares ao Masters 1000 de Miami.

"Infelizmente, a minha participação em singulares terminou, depois de um encontro bastante intenso, bastante duro. Estou feliz, contente com a minha exibição, apesar de triste pela derrota", afirmou João Sousa à sua assessoria de imprensa.

Num confronto entre dois tenistas separados por cinco lugares no 'ranking' mundial, o português, 35.º, acabou por ser batido pelo italiano, 40.º, por 7-6 (10-8), 2-6, 6-3, em duas horas e 24 minutos.

© LARRY W. SMITH

"Se tivesse vencido o primeiro 'set', o desfecho do encontro teria sido outro, quem sabe", lamentou João Sousa, reconhecendo, porém, o mérito do adversário: "No final, jogou muito bem nos momentos decisivos e levou a melhor".

O número um português, que ficou isento da primeira ronda, entrou muito mal no encontro e cedeu os seus primeiros dois jogos de serviço, chegando a estar a perder por 5-1.

João Sousa encetou então uma excelente recuperação e conquistou cinco jogos consecutivos, salvando dois 'set points' pelo meio, obrigando Fognini a disputar um 'tie-break', no qual o vimaranense teve três pontos para fechar o parcial, mas permitiu ao adversário vencer por 10-8.

No segundo 'set', João Sousa foi dominador e quebrou o serviço por duas vezes a Fognini, vencendo por claros 6-2.

Depois, num terceiro parcial muito equilibrado, com um 'break' para cada lado nos primeiros três jogos, Fognini acabou por conseguir a quebra de serviço decisiva aos 5-3, fechando o encontro com um 6-3.

"Sinto que joguei a um bom nível e espero mantê-lo durante várias semanas", rematou João Sousa, que continua em prova na variante de pares, ao lado do italiano Paolo Lorenzi.

O português e o transalpino venceram o russo Andrey Rublev e o sueco Mikael Ymer, que participaram na prova por convite ('wild card') por 7-6 (7-4) e 6-1.

"Fizemos um bom encontro. Eu estava algo cansado, mas consegui estar focado e jogámos muito bem", concluiu João Sousa,

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon