Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

João Sousa distinguido com o Davis Cup Commitment Award

Logótipo de O Jogo O Jogo 08/04/2017 Ana Proença
© Álvaro Isidoro / Global Imagens

João Sousa foi este sábado distinguido com o Davis Cup Commitment Award, um galardão destinado a tenistas que completem 20 participações em eliminatórias na maior competição entre seleções.

"[Este prémio] vai estar num cantinho muito especial. Sempre disse que para mim era um orgulho representar Portugal. Queria agradecer a todas as pessoas que me ajudaram a chegar aqui, especialmente à minha família", disse o vimaranense, de 28 anos.

A distinção foi entregue ao número um nacional e 37.º jogador mundial antes do encontro de pares do duelo entre Portugal e Ucrânia, da segunda eliminatória do Grupo I da zona euro-africana da Taça Davis, que decorre até domingo no Club Internacional de Foot-Ball (CIF), em Lisboa.

A Federação Internacional de Ténis (ITF) instituiu o Davis Cup Commitment Award, um prémio que visa distinguir o compromisso e dedicação dos jogadores para com a centenária competição mundial por equipas, em 2013. Para receber a distinção, um jogador tem, no mínimo, de cumprir 20 eliminatórias na Taça Davis.

João Sousa, que este fim de semana cumpre a 21.ª eliminatória ao serviço de Portugal, é o sétimo tenista nacional a ser contemplado com o prémio, depois de João Cunha e Silva (somou 30 rondas), Nuno Marques e Rui Machado (27), Emanuel Couto, Leonardo Tavares e Frederico Gil (20).

O melhor tenista nacional de sempre (foi 28.º do 'ranking' mundial) disputou 39 encontros pela seleção, em singulares e pares, tendo somado 25 vitórias.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon