Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Jokanovic quer pontuar na Luz e diz que maior pressão está do lado o Benfica

Logótipo de LusaLusa 04/02/2017 João França
ANTONIO COTRIM/LUSA © EPA / ANTONIO COTRIM ANTONIO COTRIM/LUSA

Funchal, Madeira, 04 fev (lusa) - O treinador do Nacional, Predrag Jokanovic, disse hoje depositar "muita confiança" nos seus jogadores para pontuar na visita ao Benfica, no domingo, da 20.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, atribuindo maior responsabilidade aos ‘encarnados’.

O técnico sérvio disse conhecer bem o adversário e que será muito difícil conquistar pontos no Estádio da Luz, em Lisboa, mas ainda assim espera conseguir empatar no terreno do tricampeão e líder do campeonato.

"Jogar no Estádio da Luz é sempre difícil, ainda por cima, numa fase em que o Benfica vem de duas derrotas consecutivas. Vai ser para nós um jogo muito complicado, estamos conscientes disso", afirmou Predrag Jokanovic, na conferência de imprensa de antevisão ao jogo.

Para Jokanovic, a sua equipa tem de marcar golos se quiser pontuar.

"Temos de marcar golos se quisermos pontuar e, por isso, o jogo vai obrigar-nos a atacar, mas também estar muito atentos defensivamente, porque o Benfica, em casa, marca sempre. Temos de jogar bem, ser agressivos, mas também muito organizados no plano defensivo", admitiu.

O técnico reconheceu de que nada serve "jogar com o ‘autocarro'" na zona defensiva, uma vez que, conforme destacou, a formação madeirense tem de marcar se “quiser discutir o resultado”.

"O Benfica tem grandes jogadores, como o Jonas o Mitroglou, o Rafa e muitos outros. Sei que vamos sofrer muito, mas temos de atacar e defender bem para podermos concretizar o objetivo que temos que conquistar pontos na Luz", frisou.

Questionado sobre de que lado estará a pressão, Jokanovic respondeu friamente.

"Nós estamos pressionados, porque faltam 15 jornadas por disputar e queremos sair da posição (17.º classificado) em que nos encontramos e, pese embora a luta pelo título não nos diga respeito, acho que o Benfica também jogará sob pressão. No entanto, acho que o Benfica estará sob maior pressão, porque está a jogar pelo título", explicou.

Satisfeito com a equipa que tem, o treinador do Nacional escusou-se a revelar as suas apostas iniciais, revelando apenas que "todos os reforços estão convocados”.

“De uma coisa estou certo, se o campeonato começasse agora, com esta equipa que temos, não estaríamos na posição em que nos encontramos. Por isso, vamos dar tudo por tudo para tirar a equipa desta situação que não é normal no clube", sublinhou.

A finalizar, o técnico da equipa madeirense lamentou o azar do Nacional nos últimos jogos.

“Estou triste, porque nos nossos últimos quatro jogos poderíamos ter conquistado mais três ou quatro pontos, mas fomos uma equipa muito azarada, em Setúbal, frente ao Sporting de Braga e ao Arouca", considerou.

O Nacional, 17.º classificado com os mesmos 13 pontos do lanterna-vermelha, visita no domingo, a partir das 18:00, o líder Benfica, que soma 45, num encontro que vai ser arbitrado por Luís Godinho, da associação de Évora.

JOYF/DIYA // JP

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon