Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Jonas e Seferovic limados para a Supertaça

Logótipo de O Jogo O Jogo 28/07/2017 Alcides Freire

Jonas e Seferovic têm criado laços desde o início da pré-época e isso tem dado frutos. O suíço já fez tantos golos (quatro) como em toda a temporada passada no Eintracht

A 5 de agosto, o Benfica defronta em Aveiro o Vitória de Guimarães para o primeiro compromisso a sério da nova época, a Supertaça, e o treinador Rui Vitória está a limar a dupla atacante com que se vai lançar à conquista do troféu: o invariável Jonas e o reforço Seferovic, dupla que esteve no onze inicial de quatro dos jogos-treino disputados e que no quinto (Hull) saltou do banco para o relvado em simultâneo.

Numa pré-época marcada por contingências específicas no que respeita à chegada de atletas aos trabalhos da equipa, Rui Vitória tem vindo a trabalhar desde o primeiro dia um ataque assente nos seus dois avançados há mais tempo disponíveis, mantendo conversas com ambos e apostando no visionamento de vídeos que incidem sobre a manobra ofensiva da equipa, contando que, pela experiência de ambos, o entrosamento também passe por estas sessões.

© Fornecido por O jogo

Em paralelo, refira-se, após ter gozado mais uns dias de férias, devido a ter estado na sua seleção, Mitroglou apenas chegou a Lisboa a meio de julho, já com o comboio em andamento. O mesmo sucedeu com Raúl Jiménez, mas pior: o mexicano, tal como Pizzi, foi à Taça das Confederações e ambos só voltaram para o estágio em Inglaterra.

Este cenário abriu uma avenida para Jonas e Seferovic trabalharem juntos quase em exclusividade, criando laços desde os primeiros treinos, algo que começou a ter reflexos na concretização. Com cinco jogos já disputados, e ainda à espera dos dois para a Emirates Cup neste fim de semana, as águias fizeram sete golos, sendo seis deles com assinatura de Seferovic (quatro) e de Jonas (dois). Apenas Zivkovic, com o Swindon, se intrometeu com os dois avançados.

A capacidade goleadora de Seferovic tem sobressaído neste Benfica, em versão ainda em construção, mas onde o suíço e Jonas são pilares cada vez mais sólidos. Seferovic, que chegou do Eintracht com parca fama goleadora (29 jogos, quatro golos na última época), mostrou credenciais até agora, faturando contra o Bétis (bisou), Neuchâtel Xamax e Swindon. Ou seja, igualou o total de golos oficiais na última Bundesliga.

Se Seferovic marca, isso também se deve a Jonas, com quem o entendimento se vê pelas assistências. O Pistolas, além do par de golos (Young Boys e Neuchâtel), fez três assistências para o novo camisola 14 das águias. Parceiros letais, pois, que partem com vantagem sobre Mitroglou e Jiménez, reforçado pelo cenário de incerteza quanto à continuidade do mexicano.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon