Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Jorge Jesus alerta para perigos do antijogo do Vitória de Setúbal

Logótipo de LusaLusa 13/04/2017 António Oliveira
MIGUEL A. LOPES/LUSA © LUSA / MIGUEL A. LOPES MIGUEL A. LOPES/LUSA

Alcochete, Setúbal, 13 abr (Lusa) - O treinador do Sporting alertou hoje para os perigos do antijogo da equipa do Vitória de Setúbal, afirmando que o objetivo da sua equipa é conseguir reduzir a desvantagem para os primeiros classificados da I Liga de futebol.

"O Vitória de Setúbal já fez bons resultados nos confrontos com os ‘grandes’ e é um sinal que é uma equipa que defende bem. É uma equipa que, quando marca primeiro, torna-se perigosa, porque faz muito antijogo e sabemos que vamos encontrar um adversário que acredita nas suas capacidades", disse Jorge Jesus na conferência de imprensa de antevisão ao encontro de Setúbal.

O técnico dos ‘leões’ explicou depois que o antijogo faz parte de um jogo de futebol.

"O antijogo é não haver jogo, o jogo estar parado e existem algumas formas de o fazer. A que se pode fazer mais diz respeito às atitudes dos guarda-redes, mas isso faz parte do jogo", salientou.

Jorge Jesus referiu que o Sporting está num bom momento, com sete vitórias e um empate nos últimos oito jogos, salientando que o objetivo é continuar a vencer.

"Vai ser um jogo competitivo e bem jogado, esperamos vencer. Os três grandes jogam sempre sob pressão e sempre para vencer. Queremos reduzir ao máximo a diferença de pontos que os rivais têm à nossa frente", defendeu.

O técnico, que garantiu que Adrien Silva e Gelson Martins vão estar nos convocados, recusou que alguns problemas entre as direções dos clubes tenham influência no jogo.

Jorge Jesus reafirmou ainda que Benfica e FC Porto "estão numa luta direta e a trabalhar muito bem", explicando que se houvesse mais jogos o Sporting poderia conseguir recuperar mais pontos.

"Não vamos conseguir os pontos do ano passado. Nunca me vou esquecer que fiz 86 pontos e não fui campeão. Este ano nenhum dos dois rivais vai fazer 86 pontos e um vai ser campeão", disse.

A terminar, o técnico deixou também elogios ao avançado argentino Alan Ruiz, referindo que o jogador teve que passar por um normal período de adaptação a uma nova realidade.

"Os jogadores têm todos uma adaptação. O Alan Ruiz é um miúdo, tem 22 anos e na Argentina não era assim tão conhecido, mas nós apostámos nele. Hoje penso que Alan Ruiz e Bas Dost são a melhor dupla de avançados do futebol português", concluiu.

O Vitória de Setúbal, 10.º classificado, com 35 pontos, e o Sporting, terceiro, com 60, medem forças na sexta-feira, pelas 20:30, no Estádio do Bonfim, em Setúbal, em jogo que será arbitrado por João Pinheiro, da associação de Braga.

AYL // NF

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon