Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Jorge Jesus alerta que “ganhar sempre por três ou quatro só na 'Playstation'”

Logótipo de LusaLusa 15/09/2017 João Godinho
ANTÓNIO COTRIM/LUSA © LUSA / ANTÓNIO COTRIM ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Lisboa, 15 set (Lusa) - O treinador do Sporting, Jorge Jesus, assumiu hoje que a equipa está confiante, mas recusou facilidades contra o Tondela, na sexta jornada da I Liga de futebol, e disse que os 'leões' não irão vencer sempre de forma folgada.

Depois do triunfo (3-2) sobre o Olympiacos na estreia nesta edição da Liga dos Campeões, o técnico 'leonino' relativizou os dois golos sofridos na reta final do encontro, sublinhando que o "mais importante" foi ganhar e que o objetivo passa por "continuar no caminho certo" das vitórias já este sábado, na receção ao conjunto beirão.

"Tem de se olhar para o todo e o mais importante é ganhar, que é o que o Sporting tem feito. Ganhar por dois, três ou quatro a zero sempre não existe, só na 'Playstation'. Não há nenhuma equipa no mundo que ganhe só 4-0, 5-0 ou 6-0. Os próprios adeptos têm de estar adaptados a essa realidade. O mais importante é que tem de ser valorizado", declarou.

Com a equipa invicta na Liga dos Campeões e no campeonato, Jorge Jesus foi confrontado com as diferenças face à temporada transata. Perante os resultados distintos, o treinador avançou as mudanças no plantel e na estrutura de apoio como as principais razões para o sucesso do clube de Alvalade.

"O plantel do Sporting tem vindo a ser melhorado nestes últimos dois anos. É toda uma equipa que envolve uma estrutura na retaguarda, que muitas vezes não é visível, e que tem muita importância para a qualidade do trabalho que temos feito. Em relação aos jogadores, achamos que temos uma equipa mais forte e mais experiente", disse.

Na conferência de imprensa de antevisão do desafio da sexta ronda do campeonato, Jorge Jesus recordou também as dificuldades que os tondelenses têm provocado ao Sporting nas épocas anteriores e, por isso, fez também um apelo à presença do público no estádio.

"Quando se ganha tudo é mais fácil. A equipa tem vindo a aumentar os níveis de confiança e amanhã [sábado] é mais um jogo onde a nossa responsabilidade é sempre a mesma: jogar para ganhar. Estamos muito confiantes, vamos jogar em nossa casa e espero que o estádio esteja praticamente esgotado. Passar dos 40 mil para entre 45 e 50 mil é um desafio", salientou.

Paralelamente, o treinador 'leonino' admitiu que não tem sido tão efetivo na rotatividade da equipa como em anos anteriores, mas não descartou a possibilidade de apresentar um 'onze' com algumas mudanças face à partida efetuada na terça-feira na Grécia.

"Não temos feito tantas vezes como normalmente faço. Amanhã será dentro desta ideia, sabendo que temos alguns jogadores que têm jogado mais do que os outros e que temos um plantel que nos dá garantias. O Sporting não tem lesionados e isso também faz com que as minhas opções se tornem mais fáceis", vincou.

A terminar, Jorge Jesus deixou elogios ao médio Bruno Fernandes, autor de cinco golos esta época e que foi hoje eleito o melhor jogador da I Liga no mês de agosto, melhor médio e autor do melhor golo.

"Primeiro, ele tem de conquistar o seu espaço no Sporting. Está há três meses e tem vindo a valorizar-se com a equipa. Não há ninguém que ganhe sozinho no futebol. É um jovem, acreditámos no valor dele e fomos contratá-lo porque achámos que tinha condições para se valorizar. Estamos todos felizes por ele estar num nível bom", finalizou.

O Sporting, segundo classificado da I Liga, com 15 pontos em cinco jornadas (tantos quanto o líder FC Porto), recebe este sábado, às 20:30, o Tondela, 11.º classificado, com cinco pontos, num jogo agendado para o Estádio José Alvalade e que será arbitrado por Manuel Oliveira (Associação de Futebol do Porto).

JYGO // VR

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon