Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Jorge Jesus ignora dérbi com o Benfica e alerta para Boavista “de qualidade”

Logótipo de LusaLusa 07/04/2017 João Godinho
MIGUEL A. LOPES/LUSA © LUSA / MIGUEL A. LOPES MIGUEL A. LOPES/LUSA

Lisboa, 07 abr (Lusa) - O treinador do Sporting, Jorge Jesus, salientou a importância de pensar apenas no jogo com o Boavista, para a 28.ª jornada da I Liga de futebol, e de ignorar, por agora, a proximidade do dérbi com o Benfica.

Na conferência de imprensa de antevisão do jogo com os 'axadrezados', o técnico 'leonino' enalteceu a "qualidade" do adversário orientado por Miguel Leal e anunciou o regresso aos convocados do médio Adrien Silva, que está recuperado após uma paragem de cinco semanas por lesão.

"O Boavista é uma equipa de qualidade, bem trabalhada e com alguns jogadores interessantes. Contra os 'grandes' tiveram um comportamento sempre forte. Vamos encontrar um adversário que nos vai causar problemas, mas estamos preparados para isso. Se pudermos ganhar e jogar com qualidade, melhor. Quando temos nota artística fico feliz, mas o mais importante é ganhar", disse.

O facto de o Boavista não poder utilizar o extremo Iuri Medeiros, que alinha no emblema portuense por empréstimo do Sporting e tem sido um dos jogadores mais influentes da equipa, foi relativizado pelo treinador do clube de Alvalade, embora tenha admitido que o adversário possa não ter um substituto à altura.

"O Miguel Leal é que tem esse problema. É um jogador do Sporting e que tem crescido ao longo destes anos. Se tem sido titularíssimo é porque tem conteúdo e potencial para valorizar a equipa. Ao não jogar pode ser que o Boavista não tenha um jogador tão forte para aquela posição", frisou.

Confrontado com a proximidade do embate com o rival Benfica, Jorge Jesus fez questão de se fixar somente nos 'axadrezados': "Tenho é de me preocupar com o jogo do Boavista, que me importa o dérbi amanhã? O que me importa é que os jogadores do Sporting mantenham esta chama, esta concentração e o respeito pelo adversário. Não vai ser um jogo fácil."

No entanto, o treinador dos 'leões' não deixou de abordar as palavras de Rui Vitória sobre a 'declaração de amizade' que fez no recente Fórum de Treinadores, à qual o homólogo do Benfica preferiu não responder de forma direta e afirmar que "cada um faz o seu trabalho".

"A minha afirmação foi no Fórum dos Treinadores. Ao longo destes anos tenho tido batalhas de comunicação com os meus rivais. Depois desses interesses desportivos, há o respeito e a amizade que eu mantenho com aqueles que ao longo destes anos tenho tido batalhas desportivas. Depois do jogo e fora do contexto, respeito toda a gente", explicou.

Já sobre o 'caso da cartilha', em que comentadores televisivos afetos ao Benfica seguem alegadamente um 'guião' do clube nos diferentes programas, o técnico do Sporting evitou alongar-se em comentários.

"Cada um tem o seu ADN e o Sporting tem o seu. E o Sporting tem tido um ADN muito positivo no futebol português", rematou.

O Sporting, terceiro classificado com 57 pontos, recebe o Boavista, décimo com 34, às 20:30 de sábado, num jogo da 28.ª jornada da I Liga agendado para o Estádio José Alvalade e com arbitragem de Manuel Mota (Associação de Futebol de Braga).

JYGO // VR

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon