Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Jorge Jesus quer Sporting a 'puxar dos galões' frente ao Rio Ave

Logótipo de LusaLusa 26/10/2017 António Correia
ANTÓNIO COTRIM/LUSA © LUSA / ANTÓNIO COTRIM ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Lisboa, 26 out (Lusa) - O treinador do Sporting disse hoje que os 'leões' terão de 'puxar dos galões' para conseguir uma vitória na décima jornada da I Liga de futebol frente ao Rio Ave, alertando porém para as dificuldades que irão encontrar.

"Depois de uma vitória, todas as equipas estão muito mais confortáveis, mas o Sporting tem vindo de várias vitórias, pelo que temos um jogo que vai ser difícil em Vila do Conde. [Rio Ave] É uma equipa que tenta ter uma ideia de jogo e valoriza-a em campo. Mas o Sporting tem que fazer o trabalho dele, 'puxar pelos seus galões' e pelas suas mais valias neste início desta época", começou por dizer Jorge Jesus, em conferência de imprensa.

Na antevisão ao encontro de sexta-feira diante dos vila-condenses, o técnico 'leonino' lembrou que "as vitórias são conquistadas com dificuldades", mas acredita que a sua equipa está preparada para a conseguir.

Questionado sobre as notícias que dão conta de um eventual interesse dos italianos do AC Milan nos seus serviços, Jorge Jesus não confirmou nem desmentiu, afirmando que a sua cabeça está apenas no clube de Alvalade e que não sabe até onde irá a sua carreira.

"O que importa aqui neste momento é estar focado nos nossos jogos e na equipa do Sporting. A minha paixão pelo futebol vivo dia a dia e de uma maneira intensa. Não sei qual é o dia que eu possa parar. A carreira de um treinador faz-se dia a dia, independentemente de haver ruídos para sair ou entrar. Quero focar-me no objetivo de tentar fazer o Sporting campeão", esclareceu.

O vídeoárbitro, que foi implementado esta época no campeonato, não tem reunido consenso entre os treinadores dos clubes da I Liga, mas Jorge Jesus não tem dúvidas de que a tecnologia veio para ficar.

"As decisões em relação ao vídeoárbitro são sempre de pessoas e, como pessoas, podem errar, como é normal. Não queiram retirar a credibilidade do que é o vídeoárbitro. O campeonato português é o pioneiro e todos aqueles pormenores que não estejam ajustados vão estar. É muito melhor em termos de transparência e veio para ficar", argumentou.

A ausência prolongada das opções do argentino Alan Ruiz também foi abordada e justificada pelo técnico na conferência, depois de, alegadamente, o pai do atleta ter referido que se continuasse sem jogar teria que sair do clube.

"O Alan Ruiz tem perdido espaço. Está lesionado e vai para quatro semanas. Lesionou-se no fim do campeonato em Braga e a lesão foi grave. Teve três meses sem competir e agora teve esta lesão, que foi muscular. O Alan é um jogador em quem acredito muito, hoje e no primeiro dia em que o vi jogar, mas não vou responder a pai de nenhum jogador", finalizou.

Na sexta-feira, o Sporting, segundo classificado com 23 pontos, desloca-se a Vila do Conde para defrontar o Rio Ave, sexto com 14, em jogo referente à 10.ª jornada, que será dirigido pelo árbitro Jorge Sousa, da Associação de Futebol do Porto.

AYCO // VR

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon