Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Jorge Simão assume "alguma pressão" mas confia em triunfo em Setúbal

Logótipo de LusaLusa 25/02/2017 Guilherme Soares
ANTÓNIO COTRIM/LUSA © LUSA / ANTÓNIO COTRIM ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Braga, 25 fev (Lusa) - O treinador do Sporting de Braga, Jorge Simão, assumiu hoje "alguma pressão", mas espera ganhar ao Vitória de Setúbal, domingo, no Bonfim, e ultrapassar a má fase de cinco jornadas sem vencer na I Liga de futebol.

O treinador não quis dizer se, face à vantagem que o Sporting, terceiro classificado, tem sobre os minhotos (seis pontos), e à ultrapassem provisória do Vitória de Guimarães, que venceu na sexta-feira em casa o Moreirense (1-0), o objetivo passa agora por garantir o quarto lugar.

"Quando os resultados acontecem, as coisas fluem e é muito mais fácil. Quando não surgem, parece um eletrocardiograma. Os resultados não são o que esperamos, mas tenho noção de que tudo temos feito. Deixo um elogio aos jogadores porque assumiram como seu o desafio de se superarem e esse é o passo para ganhar o jogo amanhã [domingo] e ultrapassar esta fase", disse.

O técnico considera que o facto de os rivais vimaranenses estarem neste momento em quarto lugar não traz peso extra, mas assume "alguma pressão" para o jogo com os sadinos.

"O que nos faz realmente pressionados é virmos numa sequência de maus resultados e responder ao que são as exigências deste clube. O jogo de amanhã [domingo] assume alguma pressão, mas encaramo-lo com muita confiança porque sentimos que temos vindo a melhorar os nossos comportamentos e pela semana de treinos que tivemos e que a mim me enche de confiança", reforçou.

O técnico disse acreditar "convictamente" na quebra desse mau momento já em Setúbal, mas espera "dificuldades" diante de um Vitória que, em casa, conquistou pontos às equipas do topo da tabela.

Assis disse a meio da semana que equipa está a assimilar bem as ideias do treinador e Jorge Simão elencou-as.

"Disse que o jogo com o Benfica foi aquele em que me senti mais ligado com os comportamentos que quero ver no Braga porque vi total compromisso dos jogadores na disputa da bola em qualquer ponto do campo, muito pressionante e, tendo espaço, à procura de chegar ao golo em processos de curta duração, vi 12 remates contra três, a ter mais de o dobro das situações claras de golo. Se fizemos isso contra o Benfica, que está a caminho de se tornar numa das oito melhores equipas da Europa, podemos fazer com qualquer equipa", afirmou.

Jorge Simão lamentou a falta de eficácia ofensiva da equipa que, nos últimos cinco jogos apenas marcou dois golos, mas disse serem "coisas que se treinam e melhoram e isso acontece exponencialmente quando se ganha".

O defesa central Ricardo Ferreira voltou a lesionar-se diante do Benfica e o técnico mostrou-se preocupado.

"É evidente que é uma situação que nos preocupa, vamos analisar e despistar as causas que levam um jogador como o Ricardo Ferreira a não poder dar o seu contributo", disse.

Sporting de Braga, quinto classificado, com 38 pontos, e Vitória de Setúbal, oitavo, com 29, defrontam-se às 18:00 de domingo, no Estádio do Bonfim, em Setúbal, partida que será arbitrada por Jorge Sousa, da Associação de Futebol do Porto.

GYS // PA

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon