Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Jorge Simão explica momento da expulsão

Logótipo de O Jogo O Jogo 11/03/2017 Hugo M. Monteiro
© Fornecido por O jogo

O treinador do Braga, Jorge Simão, falou sobre o embate diante do Chaves, a contar para a 25ª jornada da I Liga

Regresso a Chaves: "Já tinha algumas saudades desta sala de imprensa. Obviamente que este é um terreno muito difícil, um estádio complicado, com um ambiente e uma envolvência muito difícil para os adversários. O público transmontano tem esta virtude de criar um ambiente próprio de apoio à sua equipa e é muito difícil jogar aqui. Registo que só o Benfica ganhou e passou por muitas dificuldades".

Análise à partida: "Com estas condicionantes todas, nós queríamos muito ganhar o jogo e fizemos por isso. Tivemos ascendente, tivemos domínio e vontade de pegar no jogo e assumi-lo, mas reconheço que houve oportunidades para o Chaves fazer o golo."

Atitude dos jogadores: "Fica o registo da atitude dos jogadores neste estádio difícil. Tiveram um trabalho duro, de compromisso grande com a equipa e isso traduz-se num ponto conquistado que não sendo o esperado foi o possível."

Preparação da equipa: "Gosto de pensar que nos preparamos para jogar em casa e fora exatamente da mesma maneira. Não gosto de pensar que há um campeonato em casa e outro fora. O facto de não ganharmos fora de casa deve-se a um conjunto de condicionantes. De positivo há o facto de não sofrermos golos e isso é um ponto importante. Isso é positivo, pois não sofrendo ficamos mais perto de ganhar. Faltou-nos finalizar uma das situações que tivemos ou materializar o domínio que tivemos. Para a semana temos nova oportunidade, pois jogamos fora."

Expulsão: "Não fui feliz, pois além de não conseguirmos ganhar ficou o registo da expulsão. Acho importante esclarecer o porquê de ter sido expulso e vou ser o mais honesto possível. O árbitro dirigiu-se para o banco para falar com o delegado, eu juntei-me à conversa e apenas disse 'ele fala e tem razão naquilo que diz' e o árbitro expulsou-me. Depois nem abri o bico, tal como não tinha aberto antes".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon