Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

José Ramalho campeão da Europa em K1 maratonas pela quinta vez

Logótipo de O Jogo O Jogo 01/07/2017 Alcides Freire

Canoísta português chegou ao quarto triunfo consecutivo.

O canoísta José Ramalho sagrou-se este sábado campeão da Europa de maratonas, em K1, pela quinta vez, a quarta consecutiva, em prova realizada em Ponte de Lima.

O experiente atleta defendia o ouro conquistado em 2016 em Pontevedra, Espanha, embora com a cabeça nos mundiais de setembro, na África do Sul, onde vai tentar conquistar o grande título que ainda lhe falta na carreira.

José Ramalho foi campeão da Europa em 2011, 2014, 2015 e 2016, sendo ainda vice em 2009 e 2013: em mundiais, foi prata em 2012 e bronze em 2009, 2014 e 2016.

Com 34 anos, Ramalho cumpriu os 29,8 quilómetros no Rio Lima em 2:11.54 horas, batendo em longo sprint de 400 metros o húngaro Adrián Boros por 0,95 segundos e o francês Quentin Urban por 2,10.

Com este desempenho, José Ramalho igualou o ídolo das maratonas, o espanhol Manuel Busto, que era, até hoje, recordista em solitário com cinco títulos europeus.

Esta é a quarta medalha de Portugal, depois dos bronzes de quinta-feira dos juniores do CN Ponte de Lima Duarte Silva em C1 e Rita Fernandes em K1, e de sexta-feira pelo sub-23 Sérgio Maciel, do Darque Kayak Clube, em C1 sub-23.

Na mesma prova, Alfredo Faria foi 11º a 51 segundos de José Ramalho.

No domingo, Ramalho junta-se a Henrique Cerqueira para tentar novo pódio, agora em K2.

O canoísta Rui Lacerda ficou a 20 segundos da medalha de bronze na prova de C1 dos Europeus de maratonas, enquanto Joana Sousa foi 10ª.

Lacerda cumpriu a prova em 2:10.05, ficando a 20 segundos do espanhol Manuel Garrido, terceiro classificado, que ficou a 1.06 minutos do ouro do húngaro Martón Kover: o magiar bateu o espanhol Manuel Campos, segundo, por nove segundos.

Rui Lacerda, que competiu em casa, procurava o primeiro pódio sénior, depois de ter sido campeão da Europa sub-23 em 2013 e 2014, anos em que foi bronze mundial.

O veterano Nuno Barros, campeão da Europa em 2011 e 2014, sendo bronze em 2015 e 2016 - em 2010 foi campeão do mundo em C1 -, está lesionado e foi importante baixa na seleção.

Em K1, Joana Sousa completou a prova em 2:09.06, a 5.50 do ouro da húngara Renáta Csay, que, em sprint cerrado, se superiorizou à britânica Lani Belcher por impercetíveis 0,22 segundos, com a magiar Vanda Kiszli a concluir a 23 segundos, completando o pódio.

© Reprodução/FPC

De manhã, Rafaela Araújo foi sétima em C1, numa disciplina (C1 feminino) ainda a dar os primeiros passos e na qual Ana Quintão acabou desqualificada, por ter sido dobrada pela primeira classificada.

- Provas dos portugueses para domingo:

09:00 - K2 Joana Sousa/Ana Valentim.

09:05 - C2 Rui Lacerda/Filipe Vieira.

12:00 - K2 José Ramalho/Henrique Cerqueira.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon