Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Jovem português de 15 anos morre em estância de esqui na Serra de Béjar

Logótipo de O Jogo O Jogo 22/02/2017 Ana Proença

Um jovem português de 15 anos morreu esta quarta-feira na estância de esqui espanhola de La Covatilla, na Serra de Béjar (Salamanca), confirmou à agência Lusa uma fonte da Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas.

A mesma fonte adiantou que o rapaz - que estava a aprender a esquiar integrado num grupo de colegas e professores de Desporto da Escola Secundária Afonso Lopes Vieira, na Gândara dos Olivais, distrito de Leiria - "deverá ser submetido a exames médicos e legais na quinta-feira".

"É assim previsível, mas não seguro, que o corpo possa ser libertado na sexta-feira", para posterior trasladação para Portugal, explicou a fonte.

O caso foi avançado pelo jornal Correio da Manhã, que citou o presidente da Câmara de Béjar, Alejo Riñones, e o jornal local Salamanca24.

O jornal espanhol adiantou que o rapaz sentiu "fortes dores de cabeça" quando estava nas pistas (numa zona para esquiadores iniciados) e que foi assistido na clínica da estância de esqui.

© sierradebejar-lacovatilla.com

"Rapidamente se deram conta que era algo grave, porque sofreu várias paragens cardiorrespiratórias pouco depois", indicou o presidente da Câmara de Béjar citado pelo Salamanca24.

O autarca de Béjar Alejo Riñones lamentou "profundamente" a morte do rapaz português, identificado apenas pelas iniciais R. P. C., e enviou os pêsames para a família.

A fonte oficial da secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas considerou, no entanto, que ainda é "prematuro" adiantar a causa da morte do rapaz, uma vez que "em princípio, a autópsia apenas será feita na quinta-feira".

Em declarações à Lusa, Pedro Biscaia, diretor da Escola Secundária Afonso Lopes Vieira, disse que foram surpreendidos com o sucedido.

"Fomos surpreendidos a meio da manhã com um telefonema dos colegas de Educação Física que estavam a acompanhar a atividade, dizendo que o aluno faleceu, aparentemente, friso, aparentemente, devido a um aneurisma. Não houve qualquer queda ou acidente. O jovem foi ainda de urgência para o hospital", disse.

O diretor da Escola acrescentou que o grupo iria ficar até sexta-feira, mas devido ao sucedido "já está de regresso com alguns professores".

"Os pais já foram para lá, onde ficaram dois professores para os acompanhar", concluiu.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon