Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Jovens criam Liga dos Amigos dos Hospitais da Guiné-Bissau

Logótipo de O Jogo O Jogo 07/09/2017 Administrator

A organização não-governamental guineense Tchintchor apresentou hoje no Hospital Militar de Bissau o projeto Liga dos Amigos dos Hospitais da Guiné-Bissau, que tem como objetivo apoiar os serviços hospitalares do país.

"É um projeto de apoio aos serviços hospitalares e nesta primeira fase vamos servir refeições durante o período da manhã e da tarde e disponibilizar voluntários para passarem algum tempo com os doentes do Hospital Militar", afirmou à Lusa Saibana Baldé, um jovem que estudou em Lisboa e regressou recentemente à Guiné-Bissau, onde criou a Tchintchor.

O projeto, que numa primeira fase vai decorrer apenas no Hospital Militar de Bissau, é feito em parceria com o grupo de jovens guineenses na diáspora, denominado "Irmandade para o Progresso", que angaria donativos financeiros e materiais para a Tchintchor o executar.

"Os jovens querem contribuir para o desenvolvimento do país e uma oportunidade de agirem através da solidariedade com as pessoas doentes", disse Saibana Baldé.

Segundo o responsável, o projeto foi inspirado em Portugal na sua experiência como voluntário no Hospital do Montijo através da Liga dos Amigos daquela unidade de saúde.

"Achámos que podia ser importante aplicar o mesmo na Guiné-Bissau. Escolhemos este hospital para ver como vai correr, o que depois pode ser melhorado e para expandir para outras regiões", explicou.

Para o jovem guineense, a Guiné-Bissau ainda tem muitas deficiências na disponibilização de serviços de saúde, defendendo que apesar de se terem registado melhorias na assistência em Bissau ainda é preciso dar mais atenção à saúde no interior do país.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon