Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Justiça belga acusa novo suspeito por ligação ao atentado em Bruxelas

Logótipo de O Jogo O Jogo 11/10/2017 Administrator

A justiça belga acusou um novo suspeito por suposta ligação aos ataques que provocaram a morte de 32 pessoas no centro e no aeroporto de Bruxelas a 22 de março de 2016, anunciou hoje o Ministério Público federal.

O suspeito, de nacionalidade belga e com 39 anos, foi identificado como "Brahim T.".

O homem é acusado de "participação em atividades de um grupo terrorista, assassínios em contexto de terrorismo, tentativa de assassínio em contexto de terrorismo, como autor, coautor e cúmplice", referiu o Ministério Público num breve comunicado.

O anúncio acontece depois de os meios de comunicação belgas terem revelado, na terça-feira, uma dúzia de investigações, nomeadamente sobre uma loja em que os autores desses ataques teriam comprado "material" para a fabricação das bombas utilizadas nos ataques.

A 22 de março de 2016, três bombistas suicidas fizeram-se explodir no aeroporto internacional de Zaventem e no metro da capital belga, causando 32 mortes.

A investigação mostrou que pertenciam à mesma célula que realizou os ataques coordenados em Paris a 13 de novembro de 2015, em que morreram 130 pessoas.

Até agora, nove homens foram acusados na investigação dos atentados em Bruxelas, incluindo Mohamed Abrini e Osama Krayem, um belga de origem marroquina e um sueco de origem síria, que também são acusados de terem participado na preparação dos ataques de Paris.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon