Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Justiça brasileira condena futebolista Neymar a pagar multa de um milhão de euros

Logótipo de LusaLusa 19/10/2017 Ana Marques Gonçalves
STEPHANIE LECOCQ/EPA © EPA / STEPHANIE LECOCQ STEPHANIE LECOCQ/EPA

São Paulo, 19 out (Lusa) – Um tribunal brasileiro de segunda instância condenou o futebolista do Paris Saint-Germain Neymar a pagar uma multa de um milhão de euros por ter atuado de “má-fé” para atrasar o decorrer do processo que enfrenta por evasão fiscal.

De acordo com fontes judiciais, citadas pela agência Efe, a multa de 3,8 milhões de reais, cerca de um milhão de euros, estende-se também aos seus pais e a três das empresas que gerem a carreira do avançado brasileiro.

Na sentença, o juiz instrutor do processo, Carlos Muta, considerou que a conduta de Neymar no processo “caracteriza litígio de má-fé e ato atentatório à dignidade da justiça”, uma vez que a sua defesa está a tentar usar todos os recursos para prolongar o processo.

Segundo o magistrado, a estrela do PSG e da seleção brasileira pretende apenas travar a continuidade do processo.

A sanção foi imposta, na quarta-feira, pelo Tribunal Regional Federal da Terceira Região de São Paulo, com a multa a corresponder a 2% do valor (cerca de 51 milhões de euros) que o fisco brasileiro congelou ao futebolista e à sua família para assegurar o eventual pagamento de dívidas fiscais e possíveis multas.

De acordo com a agência tributária brasileira, o jogador fugiu aos impostos entre 2011 e 2013, nomeadamente na transferência do Santos para o FC Barcelona.

AMG // NFO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon