Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Klopp, ao seu estilo, misturou Ranieri com o Brexit e Trump

Logótipo de O Jogo O Jogo 24/02/2017 Alcides Freire
© REUTERS/Phil Noble

Treinador do Liverpool comparou o despedimento do italiano ao Brexit e à eleição de Donald Trump para a presidência dos Estados Unidos.

O alemão Jurgen Klopp, técnico do Liverpool, disse esta sexta-feira desconhecer a razão pela qual o Leicester despediu Ranieri e assinalou que nos últimos meses foram tomadas decisões estranhas, lembrando a eleição de Trump e o Brexit.

"Nos últimos meses foram tomadas decisões estranhas, como a votação do Brexit [saída do Reino Unido da União Europeia], a eleição de Donald Trump [como presidente dos Estados Unidos] e o despedimento de Ranieri", sublinhou o treinador germânico.

Klopp explicou que no futebol estas coisas não o surpreendem, mas que o fenómeno de decisões inusitadas não é único deste desporto, lembrando então os recentes acontecimentos na política europeia e na eleição norte-americana.

"Se tenho que o entender? Não. E não tenho ideia porque o Leicester o fez", frisou o treinador, considerando que Claudio Ranieri, que levou o Leicester a um título inédito, é uma pessoa "muito especial" e "simpática".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon