Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Kris Meeke apanhou susto, mas venceu Rali do México

Logótipo de O Jogo O Jogo 12/03/2017 Alcides Freire

Ogier, que ficou em segundo na prova, é quem lidera o WRC.

O piloto britânico Kris Meeke (Citroen), venceu este domingo o Rali do México, terceira etapa do Mundial de ralis (WRC), impondo-se ao tetracampeão em título, o francês Sébastien Ogier (Ford), que assumiu a liderança do campeonato.

Kris Meeke, de 37 anos, conquistou no México a sua quarta vitória em provas do WRC - em 2016 venceu em Portugal -, depois de assumir a liderança na primeira especial da segunda etapa (PEC4), disputada na tarde de sexta-feira.

Ogier terminou a prova a 13,8 segundos do britânico, enquanto o belga Thierry Neuville (Hyundai) completou o pódio, a 59,7 segundos do vencedor.

Meeke não escapou a um enorme susto na parte final da prova, em que saiu da estrada e teve que contornar, ziguezagueando, alguns carros estacionados, num terreno adjacente, antes de regressar ao traçado.

© EPA/Ulises Ruiz Basurto

"Depois de um salto, apanhei uma lomba e perdi o controlo do carro, mas, o que posso dizer, é que sou um tipo cheio de sorte. Que maneira de terminar o rali", disse Kris Meeke, após cruzar a meta.

Ogier, que perdeu cerca de 20 segundos na segunda etapa, nem queria acreditar no atribulado final do britânico, mas mostrou-se satisfeito por ter ascendido à liderança do WRC.

"É um grande desempenho, só podemos estar satisfeitos", disse o piloto francês, vencedor das quatro últimas edições do Mundial de ralis, que lidera a geral à frente do finlandês Jari-Matti Latvala (Toyota), que foi sexto no México.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon