Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Kyrgios: "No ano passado disputei 18 torneios e deixei-me perder em oito"

Logótipo de O Jogo O Jogo 19/06/2017 O Jogo
© Reuters / Tony O'Brien Livepic

Australiano com declarações surpreendentes, ainda antes de ter jogado o torneio de Queen's e ter desistido

Da boca de Nick Kyrgios já saíram várias afirmações polémicas - "não gosto de jogar em terra batida, suja-me o carro" ou "não devia ter jogado tanto basquetebol na pré-época" são alguns exemplos -, somando-se agora mais uma.

Ainda antes de ter entrado em ação no torneio de Queen's, em Londres, e ter desistido, o australiano deu uma entrevista ao Daily Mail na qual voltou a demonstrar que está no ténis por acaso.

"No ano passado joguei 18 torneios e deixe-me ganhar em oito. E mesmo assim ainda sou top-20", afirmou, contando que nunca pensou ser tenista profissional. "Ás vezes é divertido, outras podia estar a fazer outra coisa. Quando viajo, às vezes consigo encontrar motivação, mas não gosto de viagens longas. Dão pavor. Odeio viajar", completou.

"Ás vezes pergunto-me se tivesse escolhido o basquetebol, mas o caminho que escolhi não é o pior. Comecei porque o meu irmão jogava e os meus pais queriam", recordou, adiantando sentir que "Wimbledon é a maior oportunidade de ganhar um Grand Slam".

Esta segunda-feira, quando media forças com Donald Young num encontro da primeira ronda de Queen's, o tenista caiu numa altura em que havia empate no primeiro set (4-4). O parcial ainda chegou ao fim (6-7 (3)), mas Kyrgios abandonou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon