Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Kyrie Irving quer deixar os Cavs para não jogar com LeBron

Logótipo de O Jogo O Jogo 22/07/2017 Hugo M. Monteiro

Kyrie Irving pretende deixar os Cleveland Cavaliers, vice-campeões da Liga norte-americana de basquetebol (NBA), saindo da sombra de LeBron James.

O canal ESPN foi o primeiro a revelar que Kyrie Irving, de 25 anos, quer sair dos Cavs, com os quais tem contrato de 18,7 milhões de dólares (cerca de 16 milhões de euros) até 2020.

De acordo com a ESPN, Irving encontrou-se com o proprietário da formação de Cleveland, Dan Gilbert, e fez-lhe saber da sua intenção de ser trocado para outra equipa, no sentido de ter mais responsabilidades.

Irving terá mesmo entregado uma lista de formações nas quais pretende jogar, nomeadamente os San Antonio Spurs, os New York Knicks, os Miami Heat e os Minnesota Timberwolves, sendo que o seu destino preferido seriam os Spurs.

O agente de Irving, Jeff Wechsler, afirmou à ESPN que Irving reuniu-se com dirigentes dos Cavaliers, mas não confirmou que o encontro tenha servido para manifestar a vontade de sair.

© EPA/LARRY W. SMITH

Kyrie Irving terminou a época regular de 2016/17 com média de 25,5 pontos por encontro e foi um dos melhores elementos dos 'Cavs' na final dos 'play-offs', perdida para os Golden State Warriors (1-4), mas tem estado os últimos três anos na 'sombra' de LeBron James.

Caso a opção recaia nos Spurs, o extremo/poste LaMarcus Aldridge poderia servir de 'moeda de troca', numa altura em que o conjunto texano já terá garantido o poste espanhol Pau Gasol, de 37 anos, por mais três temporadas.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon