Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Líder da Coreia do Norte supervisionou concurso de artilharia no aniversário da "Songun"

Logótipo de O Jogo O Jogo 26/08/2017 Administrator

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, supervisionou na sexta-feira uma competição de artilharia das forças especiais do exército norte-coreano no 57.º aniversário da doutrina "Songun", que dá prioridade ao setor militar.

No concurso foram utilizados diferentes ativos militares, desde aviões e lançadores de mísseis, até canhões dotados de autopropulsão.

Kim deu, a partir do posto de observação, o sinal para o início da competição, numa operação que simulava a ocupação das ilhas.

Segundo a agência norte-coreana KCNA, os combatentes "infiltraram-se furtivamente nas ilhas a partir da água, com uma chuva de fogo sobre os inimigos".

Kim manifestou a sua "grande satisfação com o êxito da competição" e aconselhou o exército a realizar no futuro mais exercícios "a simular uma batalha real para redirecionar a coordenação entre todos os serviços e armas".

O certame teve lugar no âmbito da celebração, na sexta-feira, do 57.º aniversário da doutrina "Songun" do país asiático, que dá prioridade ao setor militar, e deu um impulso definitivo aos seus programas de mísseis e armas nucleares sob o governo de Kim Jong-il, pai do atual líder.

O concurso foi realizado um dia antes de a Coreia do Norte lançar três mísseis, aparentemente de curto alcance, que segundo os Estados Unidos foram mal sucedidos, e numa altura em que decorrem os exercícios militares conjuntos entre Washington e Seul na Coreia do Sul.

O governo Pyongyang tem criticado repetidamente essas manobras, que considera um teste para a invasão da Coreia do Norte.

Lusa/ fim

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon