Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Lagarde considera difícil atingir objetivo de crescimento nos EUA

Logótipo de O Jogo O Jogo 20/09/2017 Administrator

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI) considerou hoje que o objetivo de um crescimento económico de 3% nos Estados Unidos será difícil de atingir, apontando a lentidão do ritmo de reformas desde as presidenciais.

Christine Lagarde foi questionada no canal televisivo CBS sobre a capacidade do governo norte-americano de atingir o objetivo definido pelo presidente Donald Trump de um crescimento de 3% ou acima disso e respondeu: "Pensamos que será muito difícil".

"Em particular, se o ritmo de reformas for tão lento como é hoje. E isso contrasta com o resto do mundo", acrescentou.

Em julho, a instituição manteve a previsão de um crescimento de 3,5% para a economia mundial este ano e de 3,6% para o próximo, mas baixou a previsão relativa aos Estados Unidos para 2,1% em 2017 e 2018 (contra 2,3% e 2,5% respetivamente nas previsões divulgadas três meses antes).

Christine Lagarde não quis fazer comentários sobre as próximas previsões do FMI, que devem ser publicadas em outubro.

"Analisamos cada economia e fazemos recomendações. Fizemos certamente recomendações sobre a fiscalidade e a reforma fiscal (dos Estados Unidos). Não vou comentar o documento de outubro porque não o vi", disse, acrescentando que o FMI está preparado para novas recomendações destinadas "a estimular o crescimento, o emprego e os rendimentos da classe média".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon