Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

LC/Final: Mariza considera que atuar na Luz é o seu "Super Bowl"

Logótipo de LusaLusa 24/05/2014 Pedro Fonseca

Redação, 24 mai (Lusa) – A cantora portuguesa Mariza afirmou hoje que atuar na final da Liga dos Campeões em futebol, no Estádio da Luz, num jogo que será visto por mais de 200 milhões de telespetadores, é o seu “Super Bowl”.

JOSÉ MILHAZES/LUSA © @ LUSA / JOSÉ MILHAZES JOSÉ MILHAZES/LUSA

“É o meu Super Bowl”, disse a fadista lusa, em entrevista ao sítio da UEFA, comparando a final da “Champions” com a do campeonato de futebol americano (NFL), que, ano após ano, é o programa com maior audiência nos Estados Unidos.

Mariza considera um “privilégio” participar na festa: “É incrível, pois nunca imaginei fazer algo como isto. Depois de cantar o hino português num Portugal-Coreia do Sul, há alguns anos, pensei que não iria ter mais nenhuma participação no mundo do futebol, mas isto não é apenas futebol – é uma celebração, um evento enorme”.

“Claro que é o mais grandioso jogo de futebol do Mundo, entre duas grandes equipas. Pessoas de diferentes nacionalidades e religiões vão estar juntas para celebrar esta grande ocasião”, prosseguiu a fadita.

Mariza espera que Lisboa “seja uma grande anfitriã” e pensa que receber hoje a final da “Champions”, entre os espanhóis do Real Madrid e do Atlético de Madrid, “é muito bom para a cidade”.

“Vai mostrar um outro lado da capital, talvez uma Lisboa que as pessoas não conhecem – uma bela cidade que sabe como receber quem a visita, com excelente gastronomia e boa gente, que é, ao mesmo tempo, apaixonada por futebol”, disse.

Quanto à sua atuação, Mariza afirma que foi com “grande surpresa” que recebeu o convite: “Nunca me imaginei a cantar esta canção, que é o hino que costumamos ouvir sempre que aparece a imagem da UEFA”.

“Por norma, apenas se ouve o coro, pelo que quando me mostraram toda a canção, apanhei o maior susto da minha vida e pensei: ‘Como é que vou cantar isto? Como é que é possível cantar isto?’. É uma área completamente diferente da minha e está bem longe do meu registo musical”, explicou Mariza.

Ainda assim, a fadista aceitou o desafio: “Conseguimos encontrar uma solução que é muito elegante. É o meu Super Bowl – é uma maneira diferente de brilhar e interpretar algo de uma maneira completamente diferente”, explicou Mariza.

“Mesmo não cantando em português – o hino tem três línguas diferentes (alemão, francês e inglês) –, tentei dar-lhe um toque pessoal, um toque de fado. Foi muito difícil, mas o facto de ser uma cantora portuguesa e a final ser jogada aqui dá uma grande visibilidade a Portugal”, prosseguiu.

Quanto à final e ao futebol, Mariza confessa que não é bem a sua área: “Não sei nada sobre futebol. Não sei as regras, o que é um fora de jogo, por exemplo, mas penso que é um espetáculo muito bonito, muito emotivo”.

“Vi recentemente um jogo do Real Madrid contra o FC Barcelona e foi também um grande espetáculo. O futebol é algo que toca muito as pessoas. É uma vibração completamente diferente do meu mundo, a música. Espero que tenhamos um jogo brilhante, pleno de emoções e que ganhe a melhor equipa”, finalizou.

PFO // PA

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon