Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

LC/Final: Real Madrid reforçou estatuto de "rei" da prova "rainha"

Logótipo de LusaLusa 24/05/2014 Pedro Fonseca

Lisboa, 24 mai (Lusa) – O Real Madrid reforçou hoje o estatuto de “rei” da história da principal competição europeia de clubes de futebol, ao somar um 10.º título, numa prova que arrancou com um irrepetível “penta” dos “merengues”.

A formação madrilena ganhou a então denominada Taça dos Campeões Europeus de 1955/56 a 59/60 e em 65/66 e, na “era Champions” (oficialmente desde 1992/93), triunfou em 1997/98, 1999/2000, 2001/02, com Figo, e, agora, em 2013/14, com Cristiano Ronaldo, Fábio Coentrão e Pepe.

Na sua 13.ª final, também um recorde, o Real Madrid ampliou também a vantagem da Espanha, algo que já estava, porém, garantido antes do início do jogo, pois o finalista vencido foi o Atlético de Madrid – 4-1, após prolongamento.

A Espanha lidera, com 14 troféus, também por culpa dos sucessos recentes do FC Barcelona, que triunfou em 2005/06, 2008/09 e 2010/11, depois de vencer pela primeira vez em 1991/92.

Em termos “individuais”, a formação “merengue” soma mais dois títulos do que os italianos do AC Milan, que venceram pela sétima e última vez em 2006/2007, e quatro de vantagem em relação aos ingleses do Liverpool e aos alemães do Bayern Munique, vencedores da prova na época passada.

Com quatro títulos, seguem os holandeses do Ajax, tricampeões nos anos 70 com Johan Cruyff, e o FC Barcelona, que se estreou a ganhar precisamente com o holandês como treinador e venceu mais três vezes sob a sua inspiração.

O Manchester United e o Inter de Milão, dois clubes que se estrearam como campeões face ao Benfica, venceram a prova por três vezes, sendo que os transalpinos selaram o “tri”, 35 anos depois, sob o comando de José Mourinho.

No quarteto que reparte o nono lugar do “ranking”, com dois títulos, seguem os dois clubes portugueses, o Benfica, que ganhou em 1960/61 e 61/62, perdendo depois, cinco finais, e o FC Porto, vencedor em 1986/87 e 2003/04.

MANUEL DE ALMEIDA/LUSA © @ LUSA / MANUEL DE ALMEIDA MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Em matéria de países, os quatro cetros dão o sexto lugar a Portugal, que tem imediatamente à sua frente a Holanda, com seis, e a Alemanha, com sete. Atrás da Espanha, com 12 vitórias, estão Itália e Inglaterra.

PFO // PFO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon