Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

LC/Final: Simeone garante Atlético preparado para jogar sem Arda e Diego Costa

Logótipo de LusaLusa 23/05/2014 Pedro Fonseca

Lisboa, 23 mai (Lusa) – Diego Simeone garantiu hoje que o Atlético de Madrid está preparado para a eventualidade de não poder contar com Diego Costa e Arda Turan na final da Liga dos Campeões em futebol, no sábado, na Luz.

“Vamos avaliar o Diego e o Arda, ver como se sentem no treino de hoje. Iremos ter em conta o que sentem e o que vemos. Mas, são só nomes, apesar da importância que têm. Se não jogarem eles, jogam outros, que já sabem quem são. Atuaremos como testámos, como treinámos”, disse o técnico argentino.

Na sala de imprensa do Estádio da Luz, em Lisboa, Simeone afirmou que o fundamental é que o grupo se afaste de todo o ruído exterior e seja igual a si próprio.

“Este grupo potenciou esta equipa técnica nos últimos dois anos e meio. As palavras não chegam para lhes agradecer. Eles transmitem o que sentem no jogo, representam os sentimentos que têm no campo. Eles dão tudo, têm paixão, compromisso, entrega”, explicou Simeone.

O Atlético já conquistou a Liga espanhola, mas quer mais: “Foi um triunfo muito lindo, na Liga, mas agora é outra página, um jogo único, sem dúvida”.

Pela frente, uma equipa de “muitas virtudes”, que Simeone não sabe exatamente como vai jogar, mas que sabe como enfrentar: “Não sabemos como vai jogar o rival, se 4-3-3, 4-4-2 ou 4-3-1-2, com Isco atrás Bale e Ronaldo. Tentaremos bloquear o seu futebol e encaminhar o jogo para onde queremos”.

“Como está a equipa? O sentimento é de alegria, depois da Liga. Festejaram como deve ser, após 18 anos de espera. Trabalhámos como sempre, analisando o rival. Não há outro caminho, não nos vamos afastar do habitual”, prometeu.

O que dizem do Atlético não preocupa: “Estamos conscientes das nossas virtudes e conhecemos os nossos defeitos. Somos uma equipa compacta, estruturada, que interpreta bem os momentos do jogo. É possível dominar com posse de bola, com os espaços, com o contra-ataque, etc. O futebol é bonito e permite-nos a todos dar opiniões, mas nenhuma é a certa”.

Na presente temporada, os dois conjuntos já se defrontaram quatro vezes e Simeone elege, naturalmente, o primeiro embate, o que os “colchoneros” venceram, no Bernabéu (1-0).

“Escolho o que ganhámos, mas não era o mesmo (Real) Madrid de hoje. Hoje, está mais competitivo, mais trabalhado. O mister (Ancelotti), que é um grande treinador, ainda estava a trabalhar a equipa e nós tínhamos mais tempo de trabalho. Não vamos encontrar esse jogo”, disse.

De acordo com o argentino, o Real Madrid é agora uma equipa “muito completa”, que tem “bom contra-ataque, boa defesa e um bom guarda-redes”.

“Vamos defrontar a equipa posicionada no primeiro lugar do Mundo. Ganhámos a Liga, mas vamos jogar com humildade”, frisou.

Em termos pessoais, a responsabilidade: “Sinto-me bem, com responsabilidade, de saber que muita gente confia em nós, mas, ao mesmo tempo, o equilíbrio de saber que temos a necessidade de jogar. Seguir na linha, pensar no jogo. Com a quantidade de pessoas que se vê... percebe-se que é importante”.

PFO // VR

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon