Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Lei "anti-Bruno de Carvalho" rejeitada pela FPF

Logótipo de O Jogo O Jogo 29/06/2017 Rui Trombinhas

Assembleia Geral da Federação Portuguesa de Futebol aprovou novos regulamentos na Liga, mas deixou de fora o artigo 136-A

A Federação Portuguesa de Futebol aprovou, em Assembleia Geral, os novos regulamentos da Liga, votados e aprovados a 12 de junho, também em Assembleia GEral.

© Fornecido por O jogo

As alterações estatuárias foram ratificados, mas no regulamento disciplinar ficou de fora o artigo 136-A, relativo ao "uso de expressões ou gestos ameaçadores ou indignos". Esta norma foi votada em separado e chumbada com 35 votos contra, 11 abstenções e 14 votos a favor.

Esta regra, proposta pelo Benfica, na AG da Liga, foi bastante contestada pelos responsáveis do Sporting, por considerarem tratar-se de uma lei "anti-Bruno de Carvalho", uma vez que incluía expressões como "cigarros eletrónicos, e expelir fumo ou quaisquer outras substâncias, tais como saliva, na direção de dirigentes, jogadores ou quaisquer outros agentes desportivos."

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon