Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Liga Guineense sensibiliza mulheres contra cancro na mama

Logótipo de O Jogo O Jogo 23/10/2017 Administrator

A Liga Guineense contra o Cancro juntou hoje várias dezenas de mulheres para sensibilizá-las para a necessidade da prevenção do cancro da mama e alertar as autoridades para a inexistência de tratamento no país.

A iniciativa, que decorreu no parlamento em Bissau, foi realizada no âmbito da campanha "Outubro Rosa" e reuniu deputados, organizações não-governamentais e sociedade civil para sensibilizar as mulheres guineenses sobre a importância de realização da mamografia para prevenir o cancro na mama.

"Esta palestra, promovida pela estilista Adéle Gomes, tem como objetivo tentar sensibilizar as mulheres parlamentares e outras associações de mulheres a participarem na abordagem do cancro da mama", afirmou Aissatu Dabó, secretária-executiva da Liga Guineense Contra o Cancro.

Aissatu Dabó, que teve cancro na mama, alertou que não há "nenhuma maneira de fazer diagnósticos" na Guiné-Bissau.

"Há casos suspeitos, mas se são cancro ou não, não se pode saber cá porque não há meios de diagnóstico", disse.

Aissatu Dabó sublinhou também que não há forma de tratar o cancro na Guiné-Bissau, o que obriga as pessoas a recorrerem a tratamentos no estrangeiro.

"No meu caso, estive um ano no Senegal", disse.

A secretária-executiva da Liga Guineense Contra o Cancro alertou também que muitas pessoas acabam por morrer de cancro devido ao diagnóstico tardio e à falta de tratamento.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon