Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Limpeza dos oceanos é meta de projeto lançado hoje na ilha da Culatra

Logótipo de O Jogo O Jogo 21/08/2017 Administrator

A acomodação de desperdícios a bordo para serem reencaminhados para reciclagem em terra é o objetivo do projeto "A pesca por um mar sem lixo", apresentado hoje na ilha da Culatra, no Algarve, pela ministra do Mar.

Ana Paula Vitorino explicou à agência Lusa que este projeto vai ao encontro de "uma grande ambição" do Ministério que passa por "participar de forma ativa relativamente à saúde do oceano e das nossas praias".

A iniciativa vai ser implementada em colaboração com o município de Faro, ao qual a ilha da Culatra pertence, com as Associações de Pescadores, a Associação de Moradores da Ilha da Culatra e Associação Portuguesa de Lixo Marinho, adiantou previamente o Ministério do Mar.

"E a limpeza do oceano tem que ser garantida de várias formas e a forma que hoje vamos lançar aqui no Algarve é, começando pela Culatra, a pesca por um mar limpo", afirmou a governante em declarações aos jornalistas.

Ana Paula Vitorino frisou que o projeto vai garantir que "os desperdícios associados ao pescado e à pesca não são atirados borda fora" e que existam condições nas embarcações "para que o mar se possa manter limpo".

Isso faz-se "porque existe acomodação dos desperdícios, que se trazem para terra e vão ser utilizados para reciclagem e para transformação em outros produtos", precisou, frisando que também "nas lotas existe essa preocupação e esse objetivo".

A ministra do Mar fez também referência e elogiou o contributo da comunidade piscatória para as iniciativas que têm sido adotadas pelo Ministério.

"Os pescadores -- e as pessoas podem não ter essa ideia -- têm sido, de uma forma geral, parceiros de novas políticas ligadas ao mar, quer de sustentabilidade das espécies e dos stocks, quer nestas políticas de limpeza e ambientais", enalteceu.

Ana Paula Vitorino disse ver nos pescadores "pessoas fantásticas", que, "de facto, quer cada um deles individualmente, quer as suas associações, têm colaborado e sido pioneiros nestes programas".

"É um programa muito interessante, porque paralelamente estamos a ter outros programas para limpeza das praias com entidades privadas e outras entidades públicas, mas permite-nos ter aqui uma base sustentável para limpeza dos oceanos em mar profundo", frisou a governante.

Ana Paula Vitorino adiantou que Portugal está "a negociar" e "subscrever protocolos com outros países", como o Canadá ou a Noruega, que vão no sentido de contribuir para a preservação e limpeza do oceano.

A ministra anunciou que vai estar no Canadá "precisamente para assinar estes protocolos no início de outubro", fazendo destes três países "pioneiros no início de um grande movimento que terá que ser consolidado, nomeadamente ao nível do Oceans Meeting".

"É uma marca que nós já criámos e consolidámos em Portugal e que irá ter este ano a sua terceira representação" no país, disse ainda Ana Paula Vitorino.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon