Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Lisboa Belém Open: Gonçalo Oliveira "muito feliz" com o primeiro triunfo num challenger

Logótipo de O Jogo O Jogo 13/06/2017 Mónica Santos

Gonçalo Oliveira queria um resultado que lhe permitisse entrar no top 300 do ranking. "Agora tenho a certeza absoluta que vou lá estar. Quero jogar o qualifying do Open dos Estados Unidos e este resultado é um bom passo para isso", afirmou.

O tenista Gonçalo Oliveira revelou-se, esta terça-feira, muito feliz por ter conseguido a primeira vitória num torneio challenger, depois de ter derrotado o qualifier equatoriano Gonzalo Escobar na ronda inaugural do Lisboa Belém Open.

"Estou muito contente por jogar em casa e por ter conseguido a minha primeira vitória aqui", resumiu o wild card português, após bater Escobar por 1-6, 6-3 e 7-6 (7-5), em duas horas e 24 minutos.

© Reprodução Facebook Lisboa Belém Open

Gonçalo Oliveira sentiu que não começou da melhor maneira o encontro da primeira ronda do Lisboa Belém Open, falhando várias bolas curtas.

"Depois, consegui entrar melhor no jogo e comecei a controlar o jogo, a meter bolas no meio. Quando foi o match point... nem me apercebi que era. Consegui dar a volta, estou feliz por isso. É muito melhor jogar em casa, a dupla falta que me deu a vitória acho que até foi pelo público", defendeu.

O 309º jogador mundial assumiu que, esta semana, tinha em mente conseguir um resultado que lhe permitisse entrar no top 300 do ranking.

"Agora tenho a certeza absoluta que vou lá estar. Quero jogar o qualifying do Open dos Estados Unidos e este resultado é um bom passo para isso", assumiu.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon