Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Lista apoiada pelo Sindicato dos Quadros Técnicos quer tornar ADSE "mais solidária"

Logótipo de O Jogo O Jogo 05/09/2017 Administrator

A lista apoiada pelo Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado (STE) que concorre ao Conselho Geral e de Supervisão da ADSE, hoje apresentada, quer tornar este subsistema de saúde dos funcionários públicos "mais solidário" e "mais transparente".

Em declarações à agência Lusa no final da apresentação, a líder da Lista A e também presidente do STE, Helena Rodrigues, indicou que o objetivo da candidatura é "tornar a ADSE mais solidária".

"É aquela ADSE que permita que quem mais precisa possa recorrer ao sistema, ou seja, sem qualquer 'plafond' [limite], mantendo a filosofia de que quem mais ganha, mais contribui", precisou a cabeça de lista.

A candidatura quer também assegurar que "quem é mais velho não pode ser excluído de entrar no sistema".

"Parece que há uma proposta para limitar [através da idade] a entrada de novos beneficiários na ADSE, em que se inclui os familiares -- os cônjuges e os unidos de facto --", e isso "parece-nos uma quebra de solidariedade em relação àqueles que estiverem aquém dessa idade".

"Não é esse o caminho que queremos e nem o permitiremos", vincou a dirigente sindical.

Outro dos objetivos da candidatura é conseguir "uma ADSE mais transparente, na qual o rigor das contas, que utilizam os descontos dos beneficiários, seja uma realidade e seja visível".

Segundo Helena Rodrigues, caso a lista vença a eleição, os novos membros do conselho geral não vão auferir "qualquer tipo de rendimento", isto "em nome deste bom rigor e transparência".

No início deste ano, a ADSE foi transformada em Instituto de Proteção e Assistência na Doença, com um regime especial e gestão participada, sendo um dos seus órgãos o Conselho Geral e de Supervisão, com funções de acompanhamento, controlo, consulta e participação na definição das linhas gerais de atuação do instituto.

No Conselho Geral e de Supervisão têm assento quatro representantes dos beneficiários (que serão eleitos pelos beneficiários da ADSE), bem como três representantes dos sindicatos e dois dos reformados.

As eleições para os quatro representantes dos beneficiários da ADSE no Conselho Geral e de Supervisão realizam-se em 19 de setembro, por voto eletrónico, por correspondência e presencialmente em algumas cidades do país, estando na corrida sete listas.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon