Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Londres/Ataque: Grupo extremista Estado Islâmico reivindica autoria

Logótipo de O Jogo O Jogo 15/09/2017 Administrator

O grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou o atentado que hoje de manhã fez 29 feridos com a explosão de uma bomba no metro de Londres, através de um comunicado divulgado pelo seu órgão de propaganda, Amaq.

"O atentado bombista no metro de Londres foi realizado pelo (...) Estado Islâmico", lê-se no comunicado difundido nas redes sociais.

As chamas deflagraram às 08:21 (locais e de Lisboa) num balde de plástico, após uma explosão, no interior de um comboio com capacidade para transportar 865 passageiros, na estação de metro de Parsons Green.

As autoridades já tinham anunciado que estavam a lidar com a ocorrência como um "ato terrorista" que provocou uma explosão e "bolas de fogo" no interior da composição que se encontrava naquela estação do metro londrino.

O Serviço Nacional de Saúde disse que 21 pessoas estão a receber tratamento e oito outras já tiveram alta. Segundo a polícia, a maior parte dos ferimentos são queimaduras e não há registo de feridos graves.

O 'Mayor' de Londres, Sadiq Khan, disse à LBC Radio que "está em curso uma caça ao homem" para encontrar o culpado pelo ataque classificado pela polícia como "terrorista".

A unidade antiterrorista da polícia está a proceder a "investigações rápidas para identificar os culpados", não tendo havido até agora "nenhuma detenção", de acordo com um comunicado das autoridades.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon