Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Londres/Ataque: Polícia britânica acusou um dos suspeitos no atentado no metro

Logótipo de O Jogo O Jogo 22/09/2017 Administrator

A polícia britânica acusou um homem, de 18 anos, de tentativa de homicídio e de ter causado a explosão no atentado da semana passada na estação de metro de Parsons Green, em Londres, que causou 30 feridos.

Ahmed Hassan foi detido no sábado no porto de Dover, de onde partem ferries com destino a França, e está acusado de ter colocado a bomba naquela estação de metro, segundo a Polícia Metropolitana.

O suspeito será presente a tribunal durante o dia de hoje.

De acordo com as autoridades, foram detidos outros seis homens suspeitos no atentado, mas apenas três continuam sob custódia da polícia.

Um dos homens, de 21 anos, que foi libertado, é da Síria e foi detido junto a um restaurante de 'fast-food' no oeste de Londres no sábado. Segundo um empregado, a mãe do homem teve um ataque cardíaco quando soube da detenção do filho.

As chamas deflagraram, às 08:21 (hora local), num balde de plástico depois de se ter sentido uma explosão, no interior de um comboio com capacidade para transportar 865 passageiros.

A bomba caseira detonou parcialmente e, segundo a chefe da polícia de Londres, Cressida Dick, estava cheia de estilhaços pelo que os danos poderiam ter sido muito piores.

O grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou o atentado através de um comunicado divulgado pelo seu órgão de propaganda, Amaq.

O ataque originou uma "caça ao homem" e as autoridades elevaram a ameaça terrorista nacional ao nível máximo entre sexta-feira e domingo.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon