Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Luís Castro: "Chaves? Decidirei o futuro após terminar a época"

Logótipo de O Jogo O Jogo 14/05/2017 Hugo Monteiro

Luís Castro, treinador do Rio Ave, comenta o empate em Chaves e uma possível ida para o clube flaviense na próxima temporada.

© Pedro Sarmento Costa/Lusa

O Rio Ave empatou a dois golos em Chaves e parte para a última jornada do campeonato ainda com chances de se apurar para a Liga Europa. "Foi um jogo em que estiveram em campo duas equipas que queriam ganhar o jogo, pela forma aberta com que se disputou até aos 90+4. O Rio Ave não entrou muito bem, nos primeiros 15 minutos, em que teve alguma dificuldade e, a partir daí, conseguimos pegar no jogo e conseguimos o resultado que queríamos. Estávamos convictos que tínhamos as armas para chegar aqui e ganhar, não por falta de respeito ao Chaves, mas por conseguir o que era necessário fazer para estar na luta de pontos necessários para chegar ao sexto lugar", afirmou o treinador Luís Castro.

"O segundo golo atirou-nos para fora do sexto lugar, pelo resultado que estava a acontecer na Madeira. Ficámos a jogar com uma linha de três na defesa e no meio e com uma linha de quatro na frente. Risco máximo que a equipa soube assumir e sabíamos que podíamos sofrer o 3-1 ou fazer o 2-2, mas não tínhamos outra saída face ao resultado do outro jogo. Não posso dissociar a massa associativa do Rio Ave, que nos apoiou mesmo em momentos de grande dificuldade, em que estávamos por baixo no jogo e foi sempre uma massa associativa muito ligada emocionalmente a nós. Fez-nos acreditar nos momentos mais difíceis do jogo e este empate, que nos mantém vivos na luta pelo sexto lugar, é direitinho para a nossa massa associativa e jogadores", continuou o técnico, falando de uma possível ida para o Chaves na próxima época.

"Só decidirei o meu futuro após terminar esta época. As pessoas que trabalham comigo já são possuidoras daquilo que pretendo para o futuro e estou só focado no meu trabalho que é o Rio Ave", vincou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon