Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Luís Castro que terminar com "infelicidade de não chegar ao golo"

Logótipo de O Jogo O Jogo 05/03/2017 Hugo M. Monteiro

O treinador do Rio Ave abordou o embate diante do Estoril

O treinador do Rio Ave disse hoje que pretende que a sua equipa inverta a "infelicidade de não chegar ao golo" já na partida de segunda-feira, frente ao Estoril, no fecho da 24.ª jornada da I Liga.

A formação vila-condense já não marca há três jogos consecutivos, o que tem contribuído para que os triunfos escapem à equipa há quatro jogos seguidos, algo que o treinador Luís Castro pretende colocar um ponto final.

"Gostava que este fosse um jogo em conseguíssemos pontos e deixássemos para trás alguma da infelicidade, que dura há algumas jornadas, de não termos chegado ao golo", confessou Luís Castro na conferência de imprensa de antevisão ao jogo no Estoril.

O treinador reconheceu que esta fase de inconsequência ofensiva "deixa a equipa expectante", mas garantiu que "tem sido acentuado o treino junto às balizas para dar um maior conforto e contacto da equipa com a concretização".

"Não conseguirmos chegar ao golo deixa-nos expectantes sobre o que vem a seguir, porque são muitos minutos sem concretizar, apesar de criarmos muitas oportunidades para o fazer. Gostávamos de voltar a marcar e sinto os jogadores confiantes para tal", vincou Luís Castro.

O técnico da formação da foz do Ave espera, por isso, na deslocação ao terreno do Estoril, "um jogo muito disputado", vincando que "o Rio Ave querer reaproximar-se dos lugares cimeiros da classificação".

© JOSÉ COELHO

"Sabemos que vai ser uma forte batalha pelo resultado, porque o Estoril vai fazer deste jogo um dos mais importantes do seu campeonato, pois se vencerem cavam um fosso interessante para os lugares de descida", sublinhou Luís Castro.

O Rio Ave, 10.º classificado, com 29 pontos, desloca-se esta segunda-feira ao reduto do Estoril-Praia, 15.º, com 20, numa partida agendada para as 20h00, que terá arbitragem da Carlos Xistra, da Associação de Futebol de Castelo Branco.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon