Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Luís Castro: "Quero é que a equipa jogue com prazer"

Logótipo de O Jogo O Jogo 21/04/2017 Hugo M. Monteiro
© Miguel Pereira/Global Imagens

Mesmo com o sexto lugar ao alcance, o treinador do Rio Ave prefere que os seus jogadores joguem sem essa pressão.

Análise do jogo com o Arouca: "Acho que pelo jogo todo merecemos ganhar. No cômputo geral acho que merecemos fazer mais golos. Nos primeiros 20 minutos o jogo esteve equilibrado, mas depois há um claro ascendente nosso. Apanhámos pela frente uma equipa que nos complicou muito a vida, porque tentou ter o controlo do jogo".

Vitória merecida: "Foi uma vitória merecida para os nossos adeptos. Queremos oferecer-lhes algo em troca. Foi um jogo que não atingiu grande intensidade, mas tivemos momentos de que eu gostei muito".

Equipa livre de pressão: "O que eu pedi foi que, dentro dos oito primeiros lugares, olhássemos sempre para cima. A equipa tem de estar tranquila para desenvolver jogo. A pressão de chegar ao sexto lugar fere e limita a equipa, muitas vezes. Quero que joguem com prazer, daí estar a dar os parabéns aos jogadores pelo que hoje [sexta-feira] fizeram".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon