Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Luís Castro: "Saberei assumir as minhas responsabilidades"

Logótipo de O Jogo O Jogo 26/08/2017 Alcides Freire

O treinador do Chaves, Luís Castro, abordou a derrota na receção ao Feirense, em jogo da quarta jornada da I Liga

O que faltou ao Chaves para conseguir outro resultado? "Teve menos resultado, foi uma equipa muito pressionada para a conquista de uma vitória porque vinha de resultados que não lhe atribuíram os pontos necessários para ter descanso na tabela e isso foi fatal, não bastou ter tudo como o Nuno [treinador Feirense] disse, ter mais bola, ter mais remates, ter mais cantos, ter mais oportunidades, não bastou isso, porque o futebol é eficácia e o Feirense foi eficaz e a eficácia do Feirense levou aos três pontos, a justiça do futebol está nos golos, nunca estará naquilo que se tem a mais, são só os golos que contam."

© Fornecido por O jogo

Primeiro golo do Feirense: "Até aos 26 minutos, altura do golo do Feirense, estivemos muito por cima do jogo, o Feirense ainda não tinha ido à nossa baliza e foi à nossa baliza através de canto, fez golo e estabilizou a equipa demasiado. A equipa sentiu-se sempre muito pressionada e esse golo ainda pressionou mais. Foi fatal para o desfecho final porque uma equipa que não tem os pontos que quer na tabela, se isto acontece à 15.ª jornada e se nós estamos confortáveis na tabela certamente o resultado ia ser outro."

Estado da equipa do Chaves: "Neste momento, é uma equipa algo desconfiada e que se deixou perturbar pelo Feirense e que a atirou para um jogo sem pontos quando o jogo nos poderia levar a pontos pelas oportunidades."

Chegar à quarta jornada sem ganhar: "Nós, quando olhamos para o calendário, sabemos que ir a Guimarães ia ser difícil, receber o Benfica poderia ser difícil ganhar, mas depois Setúbal e Feirense abre, não querendo aqui minimizar e os colegas sabem do que estou a falar, são equipas que, quer o Feirense, quer o Vitória de Setúbal com quem nós lutamos ombro a ombro por alguma coisa, enquanto em Setúbal o resultado acaba por ser bom, hoje aqui foi desastroso para nós o resultado, assumo-o por completo e saberei assumir as minhas responsabilidades."

Pressão: "Claro que aumenta a pressão, por muito que queiramos dizer que não. Devemos ser claros nas nossas palavras, neste momento, fomos uma equipa pressionada pelos pontos, qualquer equipa que não tem vitória no campeonato será sempre uma equipa pressionada para ganhar os próximos jogos. O grupo é forte, não há nada a apontar aos jogadores, grupo deu tudo no campo teve foi equipa mais feliz do outro lado, é o futebol."

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon