Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Lucros da Galaxy, com licença de jogo em Macau, sobem 81% até junho

Logótipo de O Jogo O Jogo 31/08/2017 Administrator

O grupo Galaxy Entertainment, que opera uma licença de jogo em Macau, anunciou hoje lucros de 4,6 mil milhões de dólares de Hong Kong (480 milhões de euros) no primeiro semestre do ano, mais 81%, em termos anuais homólogos.

Num comunicado à bolsa de Hong Kong, a operadora de jogo informa que, nos primeiros seis meses do ano, registou receitas no valor de 28,5 mil milhões de dólares de Hong Kong (2,9 mil milhões de euros), mais 11,8% que nos primeiros seis meses de 2016.

Só as receitas de jogo cifraram-se em 25,4 mil milhões de dólares de Hong Kong (2,9 mil milhões de euros), mais 11,8% em termos anuais homólogos, contribuindo para mais de 89% do total arrecadado pelo grupo entre janeiro e junho.

O relatório da empresa vem acompanhado por uma página, assinada por Lui Che Woo, em que o presidente da Galaxy volta a lamentar a perda de vidas no tufão Hato, que atingiu Macau a 23 de agosto, e reafirma os esforços da operadora para apoiar a reconstrução da cidade, incluindo através de um donativo de 60 milhões de dólares de Hong Kong (6,43 milhões de euros).

Pelo menos dez pessoas morreram e mais de 240 ficaram feridas, na sequência da passagem do Hato, o pior tufão a atingir Macau no último meio século, que causou também danos avultados.

O Galaxy opera seis dos 39 casinos de Macau, capital mundial do jogo e o único local na China onde o jogo em casino é legal.

As receitas da indústria de jogo, principal motor da economia da Região Administrativa Especial, subiram em abril pelo nono mês consecutivo, depois de um ciclo descendente que se prolongou por mais de dois anos e terminou em agosto de 2016.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon