Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Lusitano-FC Porto: troca de acusações em Évora

Logótipo de O Jogo O Jogo 07/10/2017 Hugo Monteiro

Presidente da Câmara lamenta que o jogo com o FC Porto não seja na cidade. Presidente do Lusitano contra-atacou.

Carlos Pinto de Sá, presidente da Câmara ed Évora © Paulo Spranger/Global Imagens Carlos Pinto de Sá, presidente da Câmara ed Évora

A alteração do local para receber o Lusitano-FC Porto tem provocado uma onda de contestação em Évora. O presidente da edilidade, Carlos Pinto de Sá, lamenta que o jogo não se realize na cidade. "A possibilidade de ter cá um dos grandes do futebol português seria importante pela projeção que poderia dar e, naturalmente, há um prejuízo para a cidade", criticou o autarca em declarações à rádio Diana FM, garantindo que "não houve nenhum contacto do Lusitano nem da Associação de Futebol de Évora".

Nuno Madeira Rodrigues, presidente da SAD do Lusitano, contra-atacou, garantindo que "nem a Associação de Futebol de Évora nem a câmara municipal disseram nada, olharam e só exigiram que o jogo fosse em Évora, mas não foram incapazes de dizer que comparticipariam fosse com o que fosse", lamentou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon