Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

México/Sismo: Pelo menos 50 pessoas morreram - novo balanço

Logótipo de O Jogo O Jogo 08/09/2017 Administrator

Pelo menos 50 pessoas morreram por efeitos do terramoto registado na noite passada no México, com uma magnitude de 8,2 na escala de Richter, informaram hoje as autoridades locais.

Segundo os últimos dados divulgados pelos governadores do sul do país, o movimento telúrico deixou pelo menos 35 mortos no estado de Oaxaca, doses mortes em Chiapas e três em Tabasco, indicou a agência Efe.

O governador de Oaxaca, Alejandro Murat, indicou que poderão ter morrido no seu estado "entre 35 e 45" pessoas e Juchitán é o município mais afetado.

O tremor de terra da noite passada, o mais forte do último século no país, foi sentido com especial intensidade na costa sul do México, tendo o epicentro sido registado no sudeste do estado de Chiapas (sul).

Na capital, Cidade do México, muitos edifícios abanaram violentamente.

De acordo com o Serviço sismológico nacional do México, foram registadas um total de 266 réplicas nas dez horas posteriores ao sismo, um dos mais poderosos de acordo com os registos, sentido em cerca de metade do país, e que também afetou grande parte da América central.

"Até às 10.15 [16.15 de hoje em Lisboa] registaram-se 266 réplicas do sismo nas costas de Chiapas", referiu o centro sismológico.

De acordo com os dados deste organismo, dependente do Instituto de geofísica da Universidade nacional autónoma do México (UNAM), a réplica mais potente teve uma magnitude de 6,1.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon