Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Macron vai pedir a Merkel e Trump ajuda para os países do Sahel

Logótipo de O Jogo O Jogo 12/07/2017 Administrator

O presidente francês, Emmanuel Macron, vai pedir à chanceler alemã, Angela Merkel, e ao presidente norte-americano, Donald Trump, para contribuírem financeiramente para a força anti-'jihadista' de cinco países do Sahel, disse hoje fonte diplomática.

Macron, que se encontra na quinta-feira em Paris, separadamente, com Merkel e com Trump, deverá também pedir aos seus parceiros ajuda para os projetos de desenvolvimento da região.

A França impulsionou a criação de uma força militar conjunta dos países do G5 Sahel: Mauritânia, Chade, Mali, Níger e Burkina Faso.

A força, que deve integrar 5.000 homens, necessita de um financiamento de 423 milhões de euros.

Na cimeira do G5 Sahel no início de julho, o presidente do Mali, Ibrahim Boubacar Keita, disse que cada um dos cinco países contribuiria com "10 milhões de euros". A União Europeia (UE) também prometeu 50 milhões de euros.

Segundo o Eliseu, o financiamento daquela força pode ser "multilateral ou bilateral". "Apenas podemos esperar um aumento do apoio internacional e nomeadamente norte-americano", adiantou.

O presidente Trump, convidado de honra do desfile militar de 14 de julho em Paris, tem um encontro previsto com o seu homólogo francês na quinta-feira no Eliseu, centrado na luta contra o terrorismo.

A Merkel, em Paris para um conselho franco-alemão, será igualmente pedido um contributo para os países do Sahel.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon