Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Mais de 15 mil pessoas retiradas até hoje devido ao vulcão Agung, na Indonésia

Logótipo de O Jogo O Jogo 23/09/2017 Administrator

O número de pessoas retiradas até hoje devido à atividade do vulcão Agung, a este da ilha de Bali, na Indonésia, aumentou para 15.142, mas as autoridades reiteram que não há perigo para os turistas.

As pessoas retiradas foram distribuídas por 115 lugares de refúgio em sete distritos da ilha, onde se nota a solidariedade das comunidades, segundo a agência de notícias Efe.

As autoridades também começaram a reunir doações no posto de emergência do distrito de Karangasem, onde fica o Monte Agung.

O Centro de Vulcanologia elevou na sexta-feira o nível de alerta do Monte Agung do nível três para quatro (o máximo) e estendeu até 12 quilómetros o raio de segurança em redor da cratera devido ao aumento da atividade sísmica.

As autoridades dizem, contudo, que não há perigo para os turistas e o aeroporto internacional de Bali, enquanto vários países têm avisado os seus cidadãos para possíveis cancelamentos em voos se o vulcão entrar em erupção.

Cerca de 50 mil pessoas vivem num raio de 7,5 quilómetros em redor do vulcão.

Bali é o principal destino turístico da Indonésia, recebendo cerca de 200 mil turistas estrangeiros por mês, de acordo com dados oficiais.

A Indonésia tem mais de 400 vulcões nas cerca de 17 mil ilhas, dos quais 127 estão ativos (13% dos vulcões ativos do mundo).

O arquipélago indonésio fica dentro do chamado "Anel de Fogo" do Pacífico, uma zona de grande atividade sísmica e vulcânica que é abalada por cerca de 7.000 tremores de terra por ano, a maioria deles de pequena magnitude.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon