Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Mais de mil líderes religiosos assinalam Marcha sobre Washington de Luther King

Logótipo de O Jogo O Jogo 29/08/2017 Administrator

Mais de mil líderes religiosos desfilaram na segunda-feira em Washington, para assinalar, 54 anos depois, a marcha promovida por Martin Luther King, em defesa dos direitos civis da população negra.

Em 28 de agosto de 1963, Martin Luther King proferiu o famoso discurso "I have a dream" ("Eu tenho um sonho"), perante cerca de 250 mil pessoas.

Durante o desfile de segunda-feira, os participantes recordaram, junto ao imponente monumento a Luther King, que a justiça pela qual lutou este reverendo está longe de se ter concretizado e alertaram para a gravidade do momento atual.

"Por que estamos aqui? Estamos aqui para que o país saiba que não toleramos o racismo. Estamos aqui para que o país saiba que não toleramos o fanatismo", disse um dos oradores, sob fortes aplausos.

Com este mote, religiosos de todos os EUA e várias confissões uniram-se na "Marcha dos Mil Ministros pela Justiça", promovida pela organização não-governamental de direitos civis National Action Network (Rede de Ação Nacional).

O seu presidente, o influente reverendo Al Sharpton, tinha dito antes da marcha que a violência racista, em 12 de agosto, em Charlottesville, no Estado da Virgínia, tinha dado "um novo significado" este ano ao aniversário da "Marcha sobre Washington" de Luther King.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon