Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Mangala: "Época foi um fracasso"

Sportinveste 07/06/2014 Fonte: Sportinveste Multimédia

Mangala,em entrevista ao site "Foot Mercato", garante que a última época do FC Porto não será esquecida e que a Supertaça ganha é muito pouco.

"No FC Porto não estamos habituados a terminar em terceiro. Para nós, é um fracasso. O mínimo que se exige a este clube é ser campeão. Só conquistámos a Supertaça, por isso, temos de assumir o fracasso. Vamos analisar o que falhou e esperar para ver qual será a resposta. Quando ganhas, está tudo bem. Quando passas por um momento difícil é quando aprendes mais. Por isso, esta época fez-me bem e far-me-á no futuro", declarou o jogador, que está com a seleção francesa que vai participar no Mundial.

A saída do capitão Lucho Gonzalez, em janeiro, um jogador muito influente no balneário e na equipa, não explica tudo o que aconteceu.

"Era o nosso capitão. Tinha uma grande influência porque conhecia muito bem o clube. Era um dos jogadores mais experientes do plantel. Perder um jogador como ele deixa sempre marcas, mas não posso dizer que a sua saída tenha sido a única explicação para o nosso falhanço. Isso poderia minimizar o nosso fracasso e, na minha opinião, foi algo bem mais profundo", explicou.

Mangala destacou as qualidades de Quaresma: "Acima de tudo é alguém apaixonado. Quando entra em campo dá tudo o que tem, sempre para ganhar. Odeia quando perde ou faz um mau jogo. Trata-se de um jogador de carácter, que às vezes é impulsivo (...). É um jogador decisivo. Chegou em janeiro e foi o terceiro melhor marcador do clube. Tudo depois de regressar de um destino exótico e de se ter lesionado..."

Fonte: O Jogo

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon