Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Manuel Machado cita Jesus sobre o fair-play e critica V. Setúbal

Logótipo de O Jogo O Jogo 06/08/2017 Alcides Freire

Treinador do Moreirense criticou a forma como algumas equipas atrasam o jogo com "pequenas quedas e lesões".

Manuel Machado não gostou dos últimos minutos entre o Moreirense e o V. Setúbal, este domingo, no arranque da I Liga, muito pelo que considera ser "tempo perdido" com paragens de jogo propositadas. Para o treinador da equipa de Moreira de Cónegos, os responsáveis do futebol português "têm de arranjar uma estratégia de não subtrair o adepto do espetáculo".

"Tenho de fazer uma referência, que penso que também é um contributo: no final da época passada, ao nível de quedas de guarda-redes e de perda de tempo foi algo de indecente o que aconteceu no nosso futebol. Hoje, começou a ver-se indícios do mesmo, de uma continuidade. Quem gere as regras, tem de arranjar algum argumento para que o espectador não seja subtraído ao espetáculo", começou por dizer.

© Fornecido por O jogo

"O que se viu hoje é a continuidade da última época. Não se quer isto no futebol e isto parece estar a crescer. Vou citar Jorge Jesus: 'o fair-play é uma treta. Em certa medida, ele tem razão. A minha equipa nunca mais vai dar a bola ao adversário e não a vou pedir a ninguém. Nos grandes campeonatos, não se vê isto. Alemanha, Espanha, Itália... isto não se vê. O espectador está a ser subtraído. Temos de ir ao encontro do que é positivo, do que faz crescer o futebol e o negócio", rematou.

O V. Setúbal e Moreirense, recorde-se, empataram este domingo 1-1 na jornada inaugural da I Liga.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon