Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Manuel Machado e a tática: "Não gostamos de chegar à mesa e ver que só há sopa"

Logótipo de O Jogo O Jogo 03/03/2017 Hugo M. Monteiro

Treinador do Arouca preferiu não dar muito destaque às mudanças táticas que foi implementando desde que chegou, optando por enaltecer o trabalho de Lito Vidigal.

Preparação do jogo com o Braga: "Queremos chegar amanhã [sábado] a Braga com a equipa recuperada de um lado. Trabalhámos de forma positiva para estarmos em condições de discutir o resultado".

© Ivan Del Val/Global Imagens

Ligeira alteração tática: "Penso que, apesar da análise que vão fazendo, o 4-4-2 passou por uma coisa muito simples, que foi abrir o Nuno Valente para o lado e meter o Mateus para dentro".

Alternância de sistemas: "As pessoas que acompanhavam o nível exibicional da equipa disseram-me que com o 4-4-2 fizemos um excelente trabalho. Não me parece que seja uma questão de rotinas. O que disse internamente foi que não queria que se perdesse nada do trabalho do anterior quadro técnico [comandado por Lito Vidigal], acrescentando alguma coisinha de forma a ter alternância de modelos. O 4-3-3 é uma permanente, mas o 4-4-2 pode ser uma ferramenta. Não há fixação em nenhum dos dois sistemas. Não gostamos de chegar à mesa e ver que só há sopa".

Desgaste e situações desnecessárias: "Não acrescentei grande coisa. Não há que adiantar muito. Já o disse várias vezes, o quadro técnico anterior fez um trabalho muito bom. Não há muito para interiorizar. Era uma equipa que jogava permanentemente em bloco baixo. A mudança para pressão alta introduziu-se em 15 dias, assim como algum atrevimento. O campeonato corre para o fim e julgo que não seria inteligente desta equipa técnica criar situações que obrigassem a muito trabalho e desgaste. Esta equipa começou mais cedo do que as restantes, por conta da participação na Liga Europa. Há desgaste mental e físico maior. Não seria inteligente virar o casaco do avesso".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon