Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Manuel Machado: "Os problemas não vão acabar com pessoas novas"

Logótipo de O Jogo O Jogo 26/08/2017 Hugo Monteiro

Manuel Machado, treinador do Moreirense, reage à pesada derrota com o Tondela.

© Fábio Poço/Global Imagens

O Moreirense perdeu em casa com o Tondela por três golos sem resposta na quarta jornada do campeonato. "O futebol é imprevisível. Penso que a equipa não entrou mal. Até ao golo do Tondela tínhamos o controlo da situação. Era nossa obrigação fazer as despesas do jogo. Aquele golo consentido dá o golo ao Tondela e é um momento determinante. A equipa desorganizou-se", começou por explicar.

"A retificação que fizemos ao tentar dar largura com a entrada do Ernest não deu certo. A capacidade de responder também fica cortada com a expulsão do André [Micael]. É um jogo que corre excelentemente para o adversário e muito mal para nós. É um dia mau para nós em que nada nos corre de feição", continuou.

"Esta equipa é nova. Tirando o Sagna e o [André] Micael que transitam. Os outros têm um mês de casa. A perda do Fati [lesão prolongada] e do Boateng [transferência para o Levante] acentuou o défice da frente e a direção está a trabalhar para colmatar estas lacunas. Mas os problemas não vão acabar com pessoas novas. Há um período de gestação. É inevitável que coisas destas aconteçam".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon