Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Manuel Machado: "Um jovem sobredotado de verde, vermelho ou azul desmonta aquilo tudo sozinho"

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/08/2017 Hugo Monteiro
© Tony Dias/Global Imagens

Treinador do Moreirense, Manuel Machado, afirmou estar "otimista" para a conquista dos três pontos no sábado na receção ao Tondela e explicou as declarações feitas após o jogo com o FC Porto.

O treinador do Moreirense, Manuel Machado, afirmou estar "otimista" para a conquista dos três pontos no sábado na receção ao Tondela, em jogo da quarta jornada da I Liga portuguesa em futebol. "É uma equipa que joga com um objetivo semelhante [ao do Moreirense] que é o de garantir o mais cedo possível a manutenção na I Liga e por isso será um jogo com um enquadramento diferente [em relação ao que foi com o FC Porto]. Jogamos em nossa casa. Queremos ganhar. Não há qualquer tipo de dúvida que o que nos move e motiva é conseguir os três pontos", disse Manuel Machado.

O treinador, que falava numa conferência de imprensa de antevisão da partida, referiu que a equipa esta "otimista" e tem "os três pontos como horizonte".

Na última jornada, o Moreirense perdeu 3-0 em casa do FC Porto e no final da partida - e numa jornada em que o Sporting venceu por 5-0 no estádio do Vitória de Guimarães e o Benfica bateu o Belenenses na Luz pelo mesmo resultado -, na sala de imprensa do Dragão, Manuel Machado pediu uma "reflexão" à Liga, Federação e Governo.

"Outras coisas em que devemos refletir, que vi na Luz, no Afonso Henriques e aqui, é uma disparidade de meios. Quando uma equipa como o Moreirense, com um orçamento de três milhões, perde 3-0 contra uma equipa de 70, 80 ou 90 milhões, não posso dizer que seja um resultado pesado. O que está acontecer, a curto e médio prazo, vai cavar um fosso difícil de recuperar", disse Manuel Machado no último domingo.

Esta sexta-feira, questionado sobre as suas palavras no reduto portista, o treinador dos minhotos procurou realçar que a mensagem não foi contra os três grandes do futebol português, mas sim para quem "tutela", para "os dirigentes do futebol". "Aquilo que o Benfica, o FC Porto e o Sporting têm feito pelo desporto português merece respeito. São referências. O que levaram de Portugal para o exterior, os títulos internacionais, é bom. Ninguém está a atacar a grandeza desses clubes. Mas é importante tornar os outros menos pequenos, encontrando processos para que isso possa acontecer", referiu.

Manuel Machado disse acreditar que os seus colegas que orientam clubes "mais pequenos" têm "com certeza o mesmo sentido de impotência no plano desportivo". "Por muito que se trabalhe taticamente para defrontar o Benfica, o FC Porto ou o Sporting, um jovem sobredotado que jogue de verde, vermelho ou azul desmonta aquilo tudo sozinho. A situação é estrutural e isso não é gerido por treinadores de futebol, é gerido por dirigentes de futebol", concluiu.

Moreirense, 13.º classificado com dois pontos, e Tondela, 14.º com um, defrontam-se pelas 16h00 de sábado, no Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos, num jogo com arbitragem de Bruno Esteves, da associação de futebol de Setúbal.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon