Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Maputo com restrições de fornecimento de água potável devido à seca - Governo

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/07/2017 Administrator

A cidade de Maputo, no sul de Moçambique, vai continuar sujeita a restrições no fornecimento de água potável devido ao baixo nível de armazenamento na Barragem dos Pequenos Libombos, informou hoje o governo moçambicano.

"Enquanto não houver precipitação suficiente, a água terá de ser usada com muita cautela", disse, em conferência de imprensa, a porta-voz do Conselho de Ministros, Ana Comoana, no final da sessão semanal deste órgão.

Ana Comoana afirmou que a Barragem dos Pequenos Libombos, no distrito de Boane, sul do país, dispõe de apenas 25,5% da sua capacidade de armazenamento de água, que é de 400 milhões de metros cúbicos.

Além da capital moçambicana, as restrições no fornecimento de água potável vão afetar igualmente a cidade da Matola, a cerca de 15 quilómetros de Maputo, e o distrito de Boane.

Ana Comoana adiantou que as restantes albufeiras moçambicanas têm água armazenada superior a 50% da sua capacidade.

As cidades de Maputo e da Matola e o distrito de Boane enfrentam restrições no abastecimento de água desde o ano passado, devido à grave seca que tem afetado o sul do país.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon